Fórum de Discussão Contactos

Últimos vinhos

arrow Bouchard Père & Fils Chassagne Montrachet 2006
arrow Brites de Aguiar 2006
arrow Casa de Santar Reserva branco 2007
arrow Casa do Lago Fernão Pires 2007
arrow Caves São João Reserva 2005
arrow Fiuza Premium Touriga Nacional / Cabernet Sauvignon 2006
arrow Fonseca 20 Anos (Engarrafado em 2007)
arrow Herdade de São Miguel Colheita Seleccionada 2007
arrow Hetszolo Tokaj Late Harvest 2006
arrow Muros Antigos Alvarinho 2007
arrow Pape 2006
arrow Poças Vintage 2005
arrow Quatro Caminhos Reserva 2005
arrow Quinta de Baixo Reserva branco 2006
arrow Quinta do Côro Cabernet Sauvignon 2005
arrow Quinta Vale da Raposa Tinto Cão 2004
arrow Remelluri Reserva 2003
arrow Terras de Lantano Albariño 2006
arrow Venâncio da Costa Lima Moscatel de Setúbal Reserva 2001
arrow Bacalhôa Moscatel Roxo 1998

Herdade do Esporão

divider
Herdade do Esporão
Autor:Tiago Teles
Data: 31 de Julho de 2002
Tema: Reportagem



31 de Julho de 2002. Depois de uma viagem repousante pela planície alentejana, a visão do enorme silo da EPAL revela-nos a proximidade de Reguengos de Monsaraz. Para quem vem de Lisboa, os 180 km percorrem-se em pouco mais de 1h30m. Excelente programa para um almoço de Sábado ou Domingo!
 
À entrada da vila alentejana basta seguir as indicações para a Herdade do Esporão. A sensação de contacto com a natureza volta rapidamente após uma breve passagem pela zona industrial. Entra-se novamente numa estrada de planície que acaba por provocar a primeira sensação especial: a estrada, com um aspecto normal como tantas outras estradas Alentejanas, tem a particularidade de terminar na Herdade do Esporão. Diria, uma estrada com saída para a Herdade.
 
Belos muros e portões na entrada revelam-nos à partida que vamos entrar em algo diferente e grandioso. Ao percorrer a Herdade de um lado ao outro seguindo as setas que nos indicam o enoturismo, percepcionamos a sua incrível dimensão: 550 ha de vinha plantada!. Impressiona-nos desde logo o trabalho humano realizado e tentamos perceber como é que se faz para vindimar tanta uva!
 
No final deste percurso admirável surgem a casa de enoturismo e a enorme adega. (Não estranhem os meus adjectivos, na Herdade do Esporão tudo foi pensado em grande!).
 
Penetrando nas instalações magníficas que servem de suporte ao enoturismo temos, para mim, talvez uma das visões mais impressionantes de Portugal: olhando através das arcadas as cadeiras colocadas em volta de uma pequena piscina, avistamos um horizonte sem fim, com uma albufeira e a planície a servirem de cenário.
Algo que nunca esquecerei.
 
A casa de enoturismo integrada na rota mundial dos vinhos oferece diversas possibilidades para descobrir: sala de provas; bar de vinho; loja de vinhos e produtos da marca (Azeite, Queijos); restaurante regional; sala de reuniões e áreas de lazer; visitas guiadas e provas de vinhos. A não perder: a adega com o seu túnel de acesso.
 
Provei dois vinhos monocasta com resultados bastante agradáveis. Tanto o Aragonês 2000 como o Syrah 2000 revelaram-se vinhos capazes de cativar os sentidos, representando uma boa aposta de compra para quem passe pela Herdade.
 

Dados sobre a Herdade
 
Localização: Em Reguengos de Monsaraz a 180 km de Lisboa.
Contactos: Apartado 31, 7200-999 Reguengos de Monsaraz; Tel: 266 50 92 80; Fax: 266 51 97 53; E-mail: email-enotur@esporao.com
História: Adquirida pela FINAGRA em 1973. Moderna adega construída em 1987. O primeiro vinho do Esporão é lançado em 1989.
Dados naturais: 550 ha de Vinha; Solos de Granito e Xisto; Luminosidade singular.
Adega: Adega moderna com cubas em aço inox com controlo de temperatura. Controlo laboratorial e microbiológico. Caves Subterrâneas. Vinhos tintos estagiados em barricas de 225 litros em carvalho novo, americano e francês, parcialmente renovadas todos os anos. As barricas novas são inicialmente utilizadas para fermentação de vinhos brancos. Capacidade média de produção na ordem dos 4 milhões de litros por ano.
 
Vinhos
 
Brancos: Alandra; Monte Velho; Esporão; Herdade do Esporão Monocastas (Arinto; Roupeiro); Vinha da Defesa
Tintos: Alandra; Monte Velho; Esporão Reserva; Esporão Garrafeira; Herdade do Esporão Monocastas (Aragonês; Trincadeira; Touriga Nacional; Cabernet Sauvignon; Syrah; Bastardo); Quatro Castas Reserva Seleccionada; Vinha da Defesa.
Generosos: Esporão Vinho Licoroso.
Espumantes: Espumante Herdade do Esporão.