NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum NovaCrítica-vinho.com
Forum de Discussão
 
 FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistrarRegistrar 
 PerfilPerfil   Entrar e ver Mensagens ParticularesEntrar e ver Mensagens Particulares   EntrarEntrar 

Volta ao mundo...
Ir à página Anterior  1, 2, 3 ... 14, 15, 16, 17  Próximo
 
Novo Tópico   Responder Mensagem    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Gastronomia
Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem  
Autor Mensagem
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Seg Mai 23, 2011 8:15 pm    Assunto: Responder com Citação

Síria

Fattoush

1/2 chávena de sumo de limão
1/2 chávena de azeite
2- 4 dentes de alho picados
sal e pimenta a gosto
2 chávenas de alface ripada
1 pepino grande ou 2 pepinos pequenos em cubinhos
2 chávenas de tomate fresco, em pedaços pequenos
1/2 chávena de salsa picada
1/4 de chávena de folhas de hortelã picadas
1 pimento verde, em cubos
3 cebolas, em rodelas finas
1 colher de chá de sumagre (especiaria com um sabor ácido)
2 pedaços de pão sírio (usar pita) torrado até dourar, quebrado em pedaços de 2,5 cm

Ingredientes opcionais:
queijo feta
cenoura
pimenta vermelha
azeitona preta
romã
fatias de beringela grelhadas

Numa tigela grande, misture os quatro primeiros ingredientes. Adicione os restantes ingredientes e misture bem. Sirva como uma salada, como acompanhamento de um prato de meze (“tapas” do Médio Oriente), ou como recheio de um sanduíche de pita com alguns legumes grelhados e frango assado ou borrego. Delicioso!

Adaptado de: http://www.thekitchn.com/thekitchn/recipe-fattoush-a-delicious-middle-eastern-salad-094475



Fuul Ma’Ruz

(Arroz com carne e favas)

¼ de chávena de manteiga
1 cebola, picada
¼ de colher de chá de pimenta da Jamaica moída
sal e pimenta a gosto
½ kg de carne picada de vaca ou borrego
½ kg de favas frescas ou congeladas, descascadas
1 chávena de arroz de grão longo, lavado e escorrido
3 chávenas de água a ferver
2 colheres de sopa de coentros picados

Derreta a manteiga num tacho grande em lume médio. Quando a manteiga começar a dourar junte a cebola, o sal, a pimenta da Jamaica e a pimenta. Refogue até a cebola dourar. Em seguida, adicione a carne e doure também.

Adicione as favas, o arroz e a água e mexa. Tape e deixe cozinhar por 30 minutos ou até que o arroz esteja cozido e seco. Coloque numa travessa e polvilhe com os coentro. Sirva com iogurte natural e pão pita.

Adaptado de: http://books.google.com/books?id=LohMBqO3nBYC&pg=RA4-PA41&lpg=RA4-PA41#v=onepage&q&f=false
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Seg Mai 23, 2011 8:47 pm    Assunto: Responder com Citação


Sérvia



Punjene Paprika


6-8 pimentos vermelhos
400g de carne de vaca ou de porco picada (ou uma mistura)
150g de arroz
2 cenouras raladas
2 cebola, finamente picadas
1 colher de chá de salsa picada
2 colher de chá de sal
120ml de azeite
3 batatas
2 colheres de sopa de farinha de trigo
1 colher de chá de paprica doce

Corte os topos dos pimentos e retire as sementes e as membranas.
Ponha o azeite num tacho e frite a cebola e a cenoura em lume alto, mexendo constantemente durante cerca de 3 minutos. Adicione a carne picada e tempere com sal. Frite por mais 5 minutos, retire do lume e misture o arroz, a farinha de trigo e a paprica. Mexa bem e, com uma colher, recheie os pimentos.
Corte as batatas , cubra a parte superior de cada pimento com uma ou duas rodelas de batata. Coloque os pimentos num recipiente alto que possa ir ao forno e coloque os restantes pedaços de batata entre eles. Despeje a água (ou caldo) por cima até que os pimentos fiquem quase cobertos, cubra com papel alumínio, leve a um forno pré-aquecido a 150 ° C e deixe cozinhar suavemente durante cerca de 45 minutos. Quando estiver pronto, polvilhe com salsa picada e sirva.


Adaptado de:
http://www.celtnet.org.uk/recipes/miscellaneous/fetch-recipe.php?rid=misc-punjene-paprika



Gibanica

1 embalagem de massa filo
1 kg de requeijão
5 ovos
1 colher de chá de sal
120ml de óleo (girassol, milho… deve ter um sabor suave)
240ml de leite
120ml de leitelho (buttermilk)
20g de manteiga
1 colher de sopa de leite

Ponha o requeijão numa tigela grande e misture até ficar cremoso, adicione os ovos um a um, batendo bem após cada adição. Tempere com sal, em seguida adicione o óleo, o leite e o leitelho e misture até ficar bem combinado.
Desenrole a massa e coloque uma ou duas folha na base de uma forma funda. Reserve 3 folhas para finalizar o prato. Mergulhe as restantes folhas de massa filo na mistura de requeijão e coloque aleatoriamente na forma, de modo a formar uma série de camadas sobrepostas. Sobre cada uma deite um pouco de mistura de requeijão (mas reserve umas 5 colheres de sopa para finalizar o prato).
Use as folhas de massa que reservou para cobrir a parte superior do prato e depois espalhe a mistura de requeijão reservada por cima e regue com 1 colher de sopa de leite. Corte a manteiga em pedacinhos e deite-a sobre o prato
Leve a forno pré-aquecido a 120 ° C e deixe cozer por aproximadamente 40 minutos ou até dourar por cima. Retire do forno e inverta sobre um prato. Sirva quente, cortada em quadradinhos e acompanhe com um copo de leitelho ou cerveja.

Adaptado de:
http://www.celtnet.org.uk/recipes/miscellaneous/fetch-recipe.php?rid=misc-gibanica
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Ter Mai 24, 2011 9:27 pm    Assunto: Responder com Citação

Quénia


Irio
Puré de milho e ervlhas

4 espigas de milho verde
4 batatas médias
2 chávenas de ervilhas frescas
2 molhos de folhas de abóbora (ou espinafre)
sal


Retire o milho da espiga e cozinhe com as ervilhas até ficarem macios. Descasque as batatas, lave-as e adicione-as à mistura de milho e ervilhas. Adicione as folhas de abóbora e deixe ferver bem até que as batatas estejam cozidas. Escorra, adicione o sal e esmague.

* Para uma variação de mais saborosa, refogue uma cebola de tamanho médio em óleo (ou manteiga), adicione uma colher de chá de caril em pó e misture-o ao puré, mexendo bem até que se forme uma mistura lisa e macia. Sirva com um guisado de carne ou frango.

Adaptado de:
http://www.kenya-information-guide.com/kenya-recipes.html



Banana pão em leite de coco

3 a 4 bananas pão, cortadas em rodadas
¼ colher de chá de sal
1 colher de chá de caril em pó
½ colher de chá de canela
1/8 colher de chá de cravinhoo
1-2 chávenas de leite de coco

Misture todos os ingredientes, excepto o leite de coco, num tacho e mexa. Adicione um copo de leite de coco e cozinhe em lume baixo até as bananas terem absorvido o leite e ficarem muito macias. Demora algum tempo até que as bananas cozam, quase o mesmo tempo necessário para cozinhar batatas. Pode adicionar mais leite de coco se desejar.
Sirva quente com peixe ou caril.

Adaptado de:
http://www.kenyatravelideas.com/kenya-recipes.html



Mtuzi wa Samaki

3 colheres de sopa de óleo
1 kg a 1,5 kg de filetes de peixe cortados em pedaços
1 cebola picada ou em rodelas
2 pimento, em tiras
6-8 dentes de alho picados
1 chávena de tomates sem sementes picados
0,5 chávenas de leite de coco
2 a 3 colheres de chá de garam masala ou caril
1 a 2 colheres de sopa pasta de tamarindo ou sumo de limão
sal e pimenta a gosto

1. Aqueça o óleo em lume médio-alto numa frigideira grande ou tacho. Tempere os filetes com sal e pimenta. Core os filetes, sem os cozinhar completamente e retire para um prato.

2. Reduza o lume para médio e acrescente a cebola e os pimentos. Refogue até a cebola ficar translúcida. Adicione o alho e refogue mais 1-2 minutos.

3. Acrescente os tomates e leve ao lume até ferver. Adicione o restante ingredientes, reduza o lume para muito baixo e deixe fervilhar. Tempere a gosto com sal e pimenta.

4. Adicione os filetes, tape e cozinhe até ficar bem cozido, 5-10 minutos. Sirva com arroz branco, batata cozida, mandioca cozida ou chapatti.

Adaptado de:
http://recipes.wikia.com/wiki/Mtuzi_wa_Samaki
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Ter Mai 24, 2011 9:33 pm    Assunto: Responder com Citação

Liechtenstein



Leber Knödelsuppe

(Sopa com bolinhas de fígado)


100 g de fígado
25 g de manteiga
1 cebola
1 pãozinho branco pequeno
sal
pimenta
noz-moscada
1 ovo

Moa o fígado. Frite a cebola picada na manteiga. Mergulhe o pão em água por 5 minutos, em seguida, esprema. Misture todos os ingredientes e adicione o ovo (misture levemente). Adicione farinha ou migalhas de pão se mistura estiver muito húmida. Finalmente com uma colher de chá retire pequenas bolinha. Coloque as bolinhas no caldo de carne a ferver, tape e aguarde 10 minutos. Pode também, adicionar uma massa.

Adaptado de: http://www.tastycooking.com/liechenstein.html
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Chapim



Registrado: Sexta-Feira, 22 de Setembro de 2006
Mensagens: 622
Localização: Lisboa/Porto

MensagemEnviada: Qua Mai 25, 2011 4:16 pm    Assunto: Responder com Citação

Paulina antes de mais coragem para o que falta!!
Agradeço esta colecção de receitas do mundo inteiro.

Já agora um link que tem uma filosofia semelhante e pode ser fonte de inspiração para o que falta.

http://whatscookinginyourworld.blogspot.com/

Boas provas!
_________________
Rui Figueiredo

pelo vinho!
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Qui Mai 26, 2011 2:19 am    Assunto: Responder com Citação

Chapim escreveu:
Paulina antes de mais coragem para o que falta!!
Agradeço esta colecção de receitas do mundo inteiro.

Já agora um link que tem uma filosofia semelhante e pode ser fonte de inspiração para o que falta.

http://whatscookinginyourworld.blogspot.com/

Boas provas!

Obrigada, Chapim.

Agora já não é preciso muita coragem... está a chegar ao fim, faltam menos de 10% dos países e as receitas já estão todas seleccionadas. Está quase a acabar a viagem. Tenho pena, gostei muito, por outro lado é bom... é assim e todas a viagens... Very Happy Very Happy

Obrigada pelo link, gostei de ver e logo que consiga vou da-lhe bem mais atenção. Estranhamente nunca dei com este blog nesta viagem...
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Qui Mai 26, 2011 2:22 am    Assunto: Responder com Citação

Somália


Nafaqo
Batata recheada com ovos

3 batatas cozidas até que fiquem macias e descascadas
1 ovo cozido
1 cubo de caldo de galinha
250ml de água quente
140g de farinha de trigo
1/8 colher de chá de curcuma (açafrãodas índias)
1/4 de colher de chá de sal
óleo para fritar

Esfarele o cubo de caldo de galinha na água quente e mexa até dissolver. Aos poucos, adicione metade da farinha, mexendo até ficar homogéneo, em seguida, adicione o açafrão e misture bem.
Descasque e corte o ovo cozido em quatro, em seguida, esmague as batatas.
Misture as restantes 70g de farinha às batatas, até obter uma massa bastante dura.
Retire 1/4 da mistura de batata e achatar sobre a superfície de trabalho levemente enfarinhada. Coloque um quarto de ovo no meio, em seguida, dobre a massa de batata para que o ovo fique no centro de uma bola de batata. Repita esse processo com a massa de batata restante e pedaços de ovo.
Aqueça o óleo em uma frigideira funda a cerca de 180 ° C. Pegue em cada bolinha de batata, mergulhe-a na mistura amarela de caldo de galinha e farinha, de forma a que fique completamente coberta. Deite no óleo quente e frite por cerca de 2 minutos, ou até dourar.

Adaptado de:
http://www.celtnet.org.uk/recipes/miscellaneous/fetch-recipe.php?rid=misc-nafaqo



Sambusas recheadas com tâmaras


Para a massa:
350g de farinha de trigo
60ml de água morna
60ml de leite quente
2 ½ colheres de chá de fermento
50g de açúcar
½ colher de chá de sal
1 ovo
4 colheres de sopa de óleo

Para o recheio:
150g de tâmaras macias, sem caroço e picadinhas
3 colheres de sopa de óleo ou ghee (manteiga clarificada)
½ colher de chá de cardamomo em pó
¼ de colher de chá de noz-moscada

Num tacho misture as tâmaras com a manteiga, o cardamomo e e a noz. Leve lume baixo e cozinhe, mexendo ocasionalmente, até as tâmaras formarem uma pasta. Tire do lume e deixe arrefecer.
Entretanto, prepare a massa. Combine a água morna com o fermento num copo. Misture até ficar homogéneo e deixe em repouso por 15 minutos.
Deite a mistura para uma tigela, adicione o leite, o açúcar, o sal, ovos e óleo. Aos poucos, adicione a farinha e misture bem. Quando toda a farinha tiver sido incorporada amasse até que a massa fique macia e elástica. Cubra a tigela com um pano limpo e deixe lado num local quente por cerca de 80 minutos, ou até a massa dobrar de volume.
Amasse novamente e divida a massa em duas partes iguais e estenda numa superfície enfarinhada até obter um rectângulo com aproximadamente 25 x 38cm de tamanho. Divida-o em nove quadrados iguais, em seguida, coloque cerca de 2 colheres de chá de recheio no centro de cada quadrado e dobre em forma de triângulo. Use água para selar as bordas. Transfira os pastéis para um tabuleiro levemente untado, e repita este processo com o restante da massa e recheio.
Coloque em forno pré-aquecido a 170° C e coza por cerca de 30 minutos ou até dourar. Sirva morno ou frio. Acompanham muito bem com chá.

Adaptado de:
http://www.celtnet.org.uk/recipes/miscellaneous/fetch-recipe.php?rid=misc-date-filled-sambusas
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Qui Mai 26, 2011 2:43 am    Assunto: Responder com Citação


Mauritânia


Couscous de Borrego

900g de borrego cortado em cubos pequenos
3 colheres de sopa de azeite
2 cebolas picadas
3 dentes de alho em rodelas finas
3 nabos descascados e em cubinhos
4 cenouras cortadas em rodelas
3 batatas pequenas, em quartos
200g de repolho cortado em pedaços
2 abóboras cabaça, descascados e cortada em cubinhos
2 tomates médios em cubos

Para o couscous:

900g couscous
200g de tâmaras, sem caroço e picadas
100g de passas
250g de grão de bico cozido
50g de manteiga

Salteie a carne no azeite até dourar. Reduza o lume, acrescente a cebola e o alho e frite até dourar, em seguida, adicione os legumes, cozinhe por mais 2 minutos. Cubra com cerca de 500ml de água, tape e cozinhe até que os legumes estejam macios e a carne cozinhada.

Misture as tâmaras, passas e grão de bico com o couscous e acrescente água suficiente para amolecer. Coloque o couscous humedecido num passador forrado com gaze. Coloque sobre uma panela com água a ferver e cozinhe a vapor até ficar pronto (cerca de 25 minutos).

Ponha o couscous num prato, misture a manteiga, e cubra com a carne e o molho. Sirva imediatamente.

Adaptado de:
http://www.celtnet.org.uk/recipes/miscellaneous/fetch-recipe.php?rid=misc-mauritanian-lamb-couscous
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Sex Mai 27, 2011 2:46 pm    Assunto: Responder com Citação

Espanha


Bacalao al Pil-Pil

Bacalhau em emulsão de azeite


Bacalao al Pil-Pil é um prato clássico Basco. Depois de preparar a guarnição e cozer o bacalhau em lume brando durante alguns minutos, faz-se o molho recorrendo a uma "dança entre o bacalhau e o azeite" para criar uma emulsão que se assemelha a maionese. O processo tem os seus desafios, mas mesmo os principiantes pacientes podem produzir excelentes resultados.

Para garantir o sucesso, considere as seguintes regras: Use apenas azeite; Use o melhor bacalhau salgado que conseguir arranjar; Use uma “cazuela” ou um recipiente semelhante de barro. E, finalmente, quando estiver pronto para colocar o peixe na “cazuela” para começar a fazer o molho, certifique-se que o bacalhau, azeite e a “cazuela” estão mornos.



1 kg de bacalhau, demolhado
1 ½ chávenas de azeite
3 dentes de alho em rodelas finas
1 piri-piri seco, sem sementes e cortado em rodelas

Escorra o bacalhau e seque com papel toalha. Corte em quadrados de cerca de 8 cm, deixando a pele intacta. A pele vai liberar a gelatina necessária para emulsionar o molho.

Aqueça o azeite, em lume médio, numa “cazuela” de 30 cm de diâmetro. Quando o azeite estiver quente, junte o alho e o piri-piri e frite, mexendo ocasionalmente, por 2-3 minutos ou até o alho começar a dourar. Com uma escumadeira, retire o alho e a malagueta para uma tigela pequena e reserve. Para guarnecer. Deixe o óleo na “cazuela”.

Reduza o lumepara médio-baixa e ponha os pedaços de bacalhau na “cazuela” com o óleo. Cozinhe por cerca de 10 minutos, tomando cuidado para não deixar aquecer muito o óleo. Este deve penas fervilhar. Com uma escumadeira, transfira o bacalhau para um prato e, em seguida, mude o azeite em um outro recipiente resistente ao calor para arrefecer. Quando o bacalhau estiver suficientemente frio para lhe tocar, retire algumas das espinhas mais evidentes, deixando as peças o mais intactas possível.

Volte a colocar os pedaços de bacalhau na “cazuela” , numa única camada e com o lado da pele para cima. Certifique-se que a c“cazuela” , o bacalhau e o azeite estão mornos.

Coloque a “cazuela” em lume médio e deite 2 ou 3 colheres de sopa de azeite sobre o bacalhau. É aqui que a dança começa, com as duas mãos, mova a “cazuela” num movimento circular sobre o lume. Continue o movimento até as primeiras gotas de óleo de começarem a emulsionar ( as gotas ficam pálidas e ligam-se uma às outras).

Mantenha a “cazuela” em movimento rotativo, parando apenas para adicionar o azeite aos poucos, colher a colher, até que todo o azeite tenha sido incorporado na emulsão. Dependendo da qualidade do bacalhau e do teor de gelatina de sua pele, pode levar entre 15 e 30 minutos para fazer o molho.

Divida o bacalhau pelos pratos e coloque por cima o molho. Decore com o alho e a malagueta. Sirva quente ou morno.

Adaptado de:
http://www.spain-recipes.com/bacalao-pil-pil.html



Churros


1 pitada de sal
300 g de farinha
azeite para fritar
açúcar em pó para polvilhar

1 - Ferva 0,5 litro de água com sal num tacho.

2 - Retire do lume e adicione a farinha. Bata com os acessórios para massa da batedeira até se ter formado uma massa espessa. A massa está pronta quando se solta facilmente do fundo do tacho. Tape e deixe repousar durante 10 minutos.

3 – Aqueça o azeite num tacho. Deite a massa num saco pasteleiro e deite pequenas quantidades no azeite. Frite os curros até adquirirem um tom dourado, retire com a escumadeira e escorra em papel de cozinha. Repita a operação até ter frito toda a massa.

4 – Polvilhe a gosto com açúcar em pó.

O ideal é comê-los acabados de fazer. Coma com um chocolate quente.


De: Cozinhas do Mundo – Espanha, Cornelia Rosales de Molino
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Sex Mai 27, 2011 4:54 pm    Assunto: Responder com Citação

Líbia


Chakchouka

Uma receita de pequeno-almoço na Líbia.

azeite para fritar
dentes de alho, a gosto, picados
1 cebola picada
malaguetas verdes, a gosto, picadas
5 tomates maduros, cortados em rodelas
sal e pimenta
4 ovos

1. Aqueça o azeite numa frigideira e frite levemente o alho e a cebola até esta ficar macia e dourar (cerca de 10 minutos).
2. Misture as malaguetas, coloque por cima as rodelas de tomate.
3. Tempere, tape e cozinhe em lume brando por aproximadamente 15 minutos.
4. Abra os ovos e deite-os no tacho e, usando um garfo, espalhe as claras para cobrirem o tomate.
5. Tape e cozinhe por cerca de 6 minutos, ou até que os ovos estejam prontos.
6. Corte a mistura em quartos e sirva em pratos aquecidos com pão pitta.

Adaptado de:
http://www.cookipedia.co.uk/wiki/index.php/Chakchouka_%28Eggs,_tomatoes_and_chillies%29



Tajin Sfinari bil Zeitun

Tajin na Líbia não faz referência ao recipiente característico da cozinha marroquina, significa apenas caçarola. Normalmente um tacho de barro que vai ao fogão e ao forno (que costumava ser enviada para a padaria de bairro).

cerca de 1 kg de carne de borrego ou vitela (desossada, mas reserve o osso)
1 kg de cenouras
1 cebola média picada
1 colher de chá de gengibre fresco ralado
2 paus de canela
3 colheres de chá de sementes de alcaravia
sal e pimenta a gosto
um punhado de boas azeitonas verdes sem caroço
1 colher de colher de chá de harissa (mistura picante muito utilizada na cozinha do Norte de África)


na altura de servir:
azeite
sumo de 1 limão
1 chávena de salsa picada


Coloque a cebola e as especiarias num tacho com o azeite e frite, mexendo, em lume médio.
Adicione a carne cortada em cubos e mexa até que esteja dourada por igual.
Adicione cerca de um litro de água e o osso (opcional), tape e deixe cozinhar em lume médio até que a carne esteja quase cozida. Neste momento o molho deve ter reduzido para cerca de metade da quantidade (concentrado).
Retire o pau de canela (e os ossos se os tiver utilizado) e ponha a carne e o molho num prato que possa ir ao forno.
Adicione as cenouras cortadas em rodelas à carne e ao caldo, tape com papel alumínio, ou com uma tampa, e leve ao forno por aproximadamente 45 minutos a 250 ° C. Quando as cenouras estiverem cozidas, a carne deve praticamente “derreter” na boca.
Adicione uma colher de chá de harissa e misture no molho. Em seguida, adicione as azeitonas e coloque o tajin, sem tampa, no forno por aproximadamente 10 minutos. Quando o molho tiver concentrado um pouco mais e a carne tiver dourado ligeiramente, retire do forno. Não deixe secar!

Adicione o sumo fresco de limão ao tajin e regue generosamente com azeite, em seguida, decore com salsa picada. Sirva com pão árabe quente ou arroz

Adaptado de:
http://libyanfood.blogspot.com/2011/01/libyan-lamb-casserole-with-carrot-and.html
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Sex Mai 27, 2011 11:14 pm    Assunto: Responder com Citação

Suiça

Rösti

Este prato muito apreciado na Suíça de língua alemã é, por vezes, servido como acompanhamento de um prato de carne ou peixe. Mas é muito frequentemente comido como prato único, para o almoço ou até mesmo de pequeno-almoço, com café com leite.

750 g de batatas
75 g de manteiga, banha ou toucinho
1 ½ colheres de sopa de água ou leite

Coza as batatas com a pele no dia anterior. Devem ser batatas do tipo ceroso (as que são usadas para saladas de batata).

No dia seguinte, descasque-as e rale-as na lâmina mais grosseira do ralador. Aqueça uma frigideira grande, junte a gordura e deixe aquecer. Junte então as batatas, polvilhe com o sal, e frite, mexendo-as constantemente.

Quando elas tiverem absorvido a manteiga, adicionar mais. Forme então um "bolo", empurrando as batatas a partir das bordas da frigideira para o meio e pressionando-as. Salpique com a água ou o leite, reduza o lume e cubra com uma tampa ou um prato invertido.

Agite a frigideira coberta, ocasionalmente, para evitar que as batatas se queimem, e deixe em lume baixo por pelo menos 15 minutos. As batatas devem agarrar-se umas às outras, mas não ao fundo da frigideira.

Quando cozido, retire o rösti para um prato, pondo o lado que estava junto à frigideira para cima e sirva. (Ou, alternativamente, vire e deixe dourar do outro lado também.)

Variações:

(1) Frite 2 colheres de sopa de cebola picada na gordura antes de acrescentar as batatas prosseguindo da mesma forma. Não deixe dourar as cebolas. Note também que nesta versão, será necessária menos gordura.
(2) Frite 60 a 100 g de bacon cortado em cubinhos antes de adicionar as batatas. Neste caso não vai precisar de adicionar sal.
(3) Polvilhe com queijo ralado antes de servir, e aqueça o rösti brevemente no forno para derreter o queijo.

Adaptado de:
http://www.europeancuisines.com/Switzerland-Swiss-R%C3%B6sti-Roesti-Rosti-fried-potato-cake-side-dish



Fondue

Precisa de um recipiente especial chamado "caquelon" para preparar um fondue suiço. Quando o fondue estiver pronto, o caquelon é colocado em cima da mesa em lume brando. Mantenha o fondue a uma temperatura constante, e certifique-se que não sobreaquece. Use garfos especiais com cabos longos para mergulhar o pão no queijo derretido.



aprox. 600 g de pão branco
1 dente de alho
400 g de queijo Gruyère ralado
200 g queijo Emmental ralado
300 ml de vinho branco
50 ml kirsch
2 colheres de chá de maizena
pimenta ralada
1 pitada de noz-moscada


1. Corte o pão em pedaços pequenos. Algumas pessoas gostam do pão um pouco crocante, se assim for corte o pão algumas horas antes de servir o fondue.

2. Corte o dente de alho em duas partes e esfregue o interior do caquelon com eles. Ponha o queijo e o vinho no caquelon e cozinhe-os no fogão mexendo constantemente. Adicione o kirsch e a maizena, mexendo sempre. Deixe ao lume por um tempo, mas certifique-se que não aquece demais e vem por fora. Tempere com a pimenta e a noz-moscada, depois coloque o caquelon sobre uma lamparina em cima da mesa.

3. Ajuste o calor para que o queijo fique a uma temperatura constante, enquanto se come. Coloque um pedaço pequeno de pão no garfo, mergulhe-o no queijo e aprecie.

Pode-se variar a mistura de queijo, dependendo do gosto.
Adaptado de:
http://www.about.ch/culture/food/fondue.html
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Sex Mai 27, 2011 11:41 pm    Assunto: Responder com Citação

Kuwait


Chá Tradicional do Kuwait

1 ½ chávenas de água
2 cardamomos inteiros, esmagados
1 pitada de açafrão em pó
2 sacos de chá
1 colher de chá de açúcar branco, opcional

Misture numa panela a água, o açafrão e o cardamomo e leve a lume médio. Cubra e leve a ferver. Adicione os sacos de chá, e deixe em infusão por um minuto ou mais, se gostar de chá forte. Coe para um copo, e adoce com açúcar, se desejar.

Adaptado de:
http://www.healthy-life.narod.ru/wor_ek113.htm



Folhas de videira recheadas


¼ de colher de chá de pimenta da Jamaica
⅛ de colher de chá de canela
70 folhas de videira
450 g de borrego moído
⅛ de chávena de salsa picada
1 chávena de arroz


1. Lave o arroz em água fria, escorra.
2. Acrescente todos os ingredientes, excepto o sumo de limão e folhas de videira, misture bem.
3. Amoleça as folhas, poucas de cada vez, mergulhando-as em água quente. Corte os caules grossos.
4. Coloque uma colher de chá bem cheia da mistura de borrego e arroz na extremidade do lado baço da folha.
5. Comece a enrolar a partir do lado do caule, após a primeira volta vire as extremidades laterais para dentro, para fechar e continue a enrolar.
6. Coloque algumas folhas no fundo de um tacho.
7. Arrume alguns rolos, com o lado da extremidade para baixo, e deixando-os bem encostados uns aos outros, cubra com água cerca de 1,5 cm acima dos rolos.
8. Polvilhe uma colher de chá de sal.
9. Coloque um prato de cerâmica por cima dos rolos para os manter no lugar.
10. Tape a panela, cozinhe em lume médio cerca de 20 minutos.
11. Reduza o lume, adicione o sumo de limão, cozinhe mais 10 minutos.
12. Escorra a maior parte do molho antes de servir.
13. Sirva acompanhado de pão pita e iogurte natural. Corte um pedaço de pita de modo que possa enrolar o pão em torno da folha de uva. Mergulhe a folha de uva (e pão) numa quantidade generosa de iogurte e coma.

Adaptado de:
http://recipes.wikia.com/wiki/Stuffed_Grape_Leaves
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Dom Mai 29, 2011 12:12 am    Assunto: Responder com Citação

Nicarágua


Gallo Pinto

2-3 colheres de sopa de óleo
1 cebola picada
1 pimento picado
2-3 dentes de alho picados
2 chávenas de feijão vermelho cozido,escorrido (reserve o líquido)
sal e pimenta
2 chávenas de arroz cozido


1. Aqueça o óleo numa frigideira grande em lume médio-alto. Adicione a cebola, o pimento e o alho e refogue por cerca de 2-3 minutos, ou até estar cozido.

2. Junte o feijão escorrido, algum do líquido que reservou, sal e pimenta. Leve a ferver, reduza o lume para médio-baixo e deixe ferver até que esteja bem quente.

3. Adicione o arroz ao feijão e mexa, deixe ao lume até que fique bem quente. Ajuste o tempero e acrescente um pouco mais líquido do feijão, se necessário. Sirva quente.


Adaptado de: http://www.whats4eats.com/grains/gallo-pinto-recipe




Indio Viejo


Este prato tradicional da Nicarágua tem mais de 500 anos e usa apenas ingredientes da Nicarágua: tomates, laranjas azedas, achiote, etc

A história do Indio Viejo tem origem na época dos Conquistadores. As comunidades indígenas da Nicarágua tinham a tradição de fornecer obrigatoriamente alimentos a quem pedisse. Os conquistadores tornaram-se famosos por se aproveitar da boa vontade dos nativos aparecendo às dúzias à procura de uma refeição quente.

Numa aldeia, esta receita estava a ser cozinhada, quando uma grande multidão de conquistadores apareceram pedindo comida. Havia pouco, e alimentar os espanhóis significaria que os membros da comunidade local ficariam sem comida, elas deram alegremente as boas vindas aos espanhóis e convidaram-nos para se juntarem a eles para jantar.

Cheirando o guisado perfumado, um Conquistador perguntou o que estavam a cozinhar.

"É um índio velho (Indio Viejo), que faleceu recentemente", respondeu o chefe.

Os conquistadores graciosamente declinaram o convite e sairam rapidamente, sem olhar para trás. Os nativos por seu lado muito riram enquanto jantavam nessa receita que segue.


2 kg de carne de vaca (da aba)
4 tomates médios, em cubos
2 pimentos vermelhos cortados em tiras
2 cebolas médias, picadas
1 colher de chá de pasta de achiote (se não encontrar, substitua por colorau)
1 punhado (cerca de um copo) de hortelã fresca, picada
sumo de 3-4 laranjas azedas (pode substituir por 2 laranjas e 3 limas)
1 chávena de massa de tortilla (pode substituis por meia chávena de farinha de milho)
sal a gosto

1. Adicione uma das cebolas a uma panela pré-aquecida e refogue até ficar macia. Junte a carne, parte do sumo de laranja e água suficiente para cobrir a carne. Leve a ferver, reduza o calor e cozinhe até ficar macio (cerca de duas horas).

2. Retire a carne e as cebolas e deixe arrefecer. Reserve o caldo.

3. Num processador de alimentos (ou uma tigela), adicione a massa de tortilla e cerca de 2 copos de água. Misture até que não se notem grumos. Se estiver a usar farinha de milho, pode saltar esta etapa.

4. Adicione os tomates, a restante cebola, o pimento, a pasta de achiote e a mistura da massa de tortilla ao caldo da carne. A massa de tortilla deve engrossar o caldo de forma significativa. Mexa frequentemente para evitar a formação de grumos. Deve ficar mais ou menos com a consistência de uma polenta.

5. Desfie a carne e adicione ao tacho logo que a mistura tenha engrossado.

6. Imediatamente antes de servir, junte a hortelã e o restante sumo.

Sirva com um raminho de hortelã fresca e tortilhas.


Adaptado de: http://www.suite101.com/content/el-indio-viejo-a126122
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Dom Mai 29, 2011 1:04 am    Assunto: Responder com Citação

Macedonia


Pastrmajlija


A pastrmajlija é uma especialidade feita de massa, carne e ovos, típica da cozinha da Macedónia. A pastrmajlija é um género de pizza oval coberta com carne e servido com dois ovos estrelados por cima.

1 kg de farinha
600 g de carne de porco
200 g de banha
4 ovos
1 embalagem de levedura

Dissolva o fermento em água, junte-o à farinha e prepare uma massa. Divida a massa em 4 partes iguais. Com a ajuda de um rolo estenda cada uma dessas peças de forma a que fiquem ovais e finas.

Pique a carne. Adicione o sal. Coloque a carne por cima de cada pedaço de massa e espalhe-a. Espalhe a banha sobre a carne e se preferir tempere com pimenta. Coloque o pastrmajlii no forno. Cozinhe a 250 °C. Antes que estejam prontas, adicione um ovo e termine de cozinhar. Sirva quente.

Adaptado de: http://www.macedoniaonline.eu/recipes/content/view/23/2/



Tavče gravče


500 g de feijão branco
1 cebola
1 pimento vermelho
100 ml de óleo
2-3 piripiris vermelhos secos
pimenta, sal, farinha, salsa, hortelã

Lave o feijão e deixe-o a demolhar durante a noite. Ponha-o numa panela com água e coza até que comece a ferver, escorra o feijão e coloque-o noutra panela com água quente. Adicione meia cebola picada e as malaguetas. Continue a cozinhar até que o feijão esteja macio, mas inteiro. Se tiver ficado muita água, escorra o feijão.
Frite a restante cebola e o pimento picados com uma colher de farinha de trigo no óleo e em seguida, adicione-o ao feijão. Coloque tudo em uma panela de cerâmica e junte um pouco de salsa, hortelã, pimenta e sal.
Ponha a panela no forno e cozinhe algum tempo (o feijão não deve ficar demasiado seco).

Adaptado de: http://www.struga.org/eng/macedonian_recipes.htm
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Dom Mai 29, 2011 1:32 am    Assunto: Responder com Citação


Mali


Couscous de Timbuktu


1,8 kg de carne de vaca para estufar ou de borrego, cortado em pedaços de 5 centímetros
80ml de óleo vegetal
1 colher de chá de sementes de funcho
½ colher de sopa de pimenta
1 lata de 400ml de tomates inteiros
1 colher de chá de canela em pó
3 colheres de chá de sal
4 dentes de alho em rodelas finas
1/3 de colher de sopa de cardamomo moído
2 colheres de sopa de pimenta caiena
500 ml de água
200g de tâmaras, sem caroço e em puré
1 colher de sopa de cominhos em pó
2 colheres de sopa de gengibre ralado
1 colher de chá de noz-moscada
3 cebolas médias em cubos
2 colheres de sopa de salsa

Tempere a carne. Aqueça o óleo num tacho grande em lume alto. Adicione a carne e o alho e cozinhe até a carne ficar bem dourada. Adicione os temperos e frite por alguns minutos. Adicione o tomate e água suficiente apenas para cobrir os ingredientes e leve a mistura ao lume até ferver.Baixe o lume, tape e cozinhe por cerca de uma hora, ou até a carne ficar macia. Adicione a cebola e as tâmaras e deixe fervilhar em lume brando , destapado, até que o molho tenha reduzido para metade do seu volume inicial (cerca de 35 minutos). Ajuste o tempero, transfira para uma tigela, polvilhe com salsa picada e sirva com o couscous.

Adaptado de:
http://www.celtnet.org.uk/recipes/miscellaneous/fetch-recipe.php?rid=misc-couscous-de-timbuktou


Meni-meniyong
200g de sementes de sésamo
240ml de mel
4 colheres de sopa de manteiga sem sal

Coloque as sementes de sésamo num tabuleiro e torre-as no forno pré-aquecido a 220 °C por aproximadamente 10 minutos. Adicione o mel e a manteiga numa panela pequena e aqueça em lume médio-baixo até a mistura começar a borbulhar e começa a escurecer (cerca de 5 minutos). Misture as sementes de sésamo na mistura de mel e espalhe a 5cm de espessura. Deite num tabuleiro de metal untado . Deixe arrefecer um pouco e corte em palitos. Deixe arrefecer completamente e sirva.

Adaptado de:
http://www.celtnet.org.uk/recipes/miscellaneous/fetch-recipe.php?rid=misc-meni-meniyong
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder Mensagem    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Gastronomia Todos os horários são GMT + 1 Hora
Ir à página Anterior  1, 2, 3 ... 14, 15, 16, 17  Próximo
Página 15 de 17

 
Ir para:  
Enviar Mensagens Novas: Proibido.
Responder Tópicos Proibido
Editar Mensagens: Proibido.
Excluir Mensagens: Proibido.
Votar em Enquetes: Proibido.


Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB