NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum NovaCrítica-vinho.com
Forum de Discussão
 
 FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistrarRegistrar 
 PerfilPerfil   Entrar e ver Mensagens ParticularesEntrar e ver Mensagens Particulares   EntrarEntrar 

Guia de João Afonso, comentário

 
Novo Tópico   Responder Mensagem    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Vinho
Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem  
Autor Mensagem
Tiago Teles



Registrado: Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2002
Mensagens: 2137
Localização: Portugal

MensagemEnviada: Ter Nov 19, 2002 12:51 pm    Assunto: Guia de João Afonso, comentário Responder com Citação

Ao ler o guia do João Afonso, descobri que as notas atribuídas aos vinhos não são em valor absoluto, mas um termo de comparação dentro da mesma região. Quer dizer que, um 18 no Douro é diferente de um 18 na Estremadura, e diferente de um 18 para um vinho Francês. Admito que fiquei algo confuso, e deixei de saber se é melhor ter um 18 na estremadura (onde é mais dificil fazer um vinho de grande qualidade) ou um 19 no Douro (onde isso poderá ser mais fácil de concretizar). Queria ouvir a opinião de outras pessoas. Cool
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
falcao



Registrado: Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2002
Mensagens: 5553
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Ter Nov 19, 2002 2:08 pm    Assunto: Responder com Citação

Tiago, confesso que também fiquei completamente baralhado com essa revelação!

Que grande confusão, um guia em que as pontuações não podem ser comparadas entre vinhos, ou pelo menos só o podem entre os vinhos da mesma região! Então como é que se criam escalas de valoração entre vinhos? Qual é a lógica? É útil e legível para os leitores?

Outra nota em relação ao guia deste ano, a enorme profusão de notas acima de 17 valores. No Douro então, a excepção são quase os vinhos abaixo de 17! Assim o guia começa um pouco a parecer-se com o do Salvador, só temos vinhos excepcionais em Portugal! Será que os nossos vinhos são assim tão bons?
Mesmo se pelos vistos as notas não são absolutas, mas apenas comparativas entre regiões, a região do Douro (de acordo com o Autor) é a que apresenta melhor qualidade média, apresentando mesmo os melhores vinhos portugueses (Batuta 99 e 2000, Chryseia 2000, Vinha da Ponte e Redoma). Ora comparando com os melhores vinhos de Portugal quase todos os vinhos têm mais de 17?

Pelos vistos temos os melhores vinhos do mundo! Devia estar a sentir-me contente. Crying or Very sad
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
Tiago Teles



Registrado: Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2002
Mensagens: 2137
Localização: Portugal

MensagemEnviada: Ter Nov 19, 2002 2:28 pm    Assunto: Responder com Citação

Passo a citar: Guia de Vinhos João Afonso, página 14 "Importa referir que a classificação não possui valor absoluto mas apenas compara vinhos de uma mesma região ou tipo. Ou seja, um vinho verde com 17 valores não tem a mesma qualidade absoluta que um Grand Cru Classé de Bordéus com a mesma nota. Do mesmo modo, um porto LBV com 17 valores terá sempre uma qualidade absoluta inferior a um porto vintage com a mesma nota." Shocked

Comentários? Arrow
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
Visitante






MensagemEnviada: Ter Nov 19, 2002 4:21 pm    Assunto: Responder com Citação

Tiago Teles escreveu:
Passo a citar: Guia de Vinhos João Afonso, página 14 "Importa referir que a classificação não possui valor absoluto mas apenas compara vinhos de uma mesma região ou tipo. Ou seja, um vinho verde com 17 valores não tem a mesma qualidade absoluta que um Grand Cru Classé de Bordéus com a mesma nota. Do mesmo modo, um porto LBV com 17 valores terá sempre uma qualidade absoluta inferior a um porto vintage com a mesma nota." Shocked

Comentários? Arrow


Bestial! Rolling Eyes

ou Bestialidade? :twisted:

Ajuda precisa-se...

LMF
Voltar ao Topo
Visitante






MensagemEnviada: Ter Nov 19, 2002 10:03 pm    Assunto: Responder com Citação

É o que dá porem um bailarino a escrever sobre vinhos. Eh! Eh! Eh!
Voltar ao Topo
falcao



Registrado: Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2002
Mensagens: 5553
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Ter Nov 19, 2002 11:30 pm    Assunto: Responder com Citação

Além do absurdo das notas não serem absolutas há outro aspecto que me parece ser de considerar, o elevadissímo número de vinhos muito bem pontuados!

Senão vejamos:

Entre brancos e tintos o número de vinhos com nota superior a 17

- No Dão - 36
- Na Bairrada - 25
- Na Estremadura - 31
- No Ribatejo - 20 ???
- Em Setúbal/Palmela - 35
- No Alentejo - 86
- No Douro - desisti de contar...

Será que o nosso vinho é assim tão bom? Devemos estar felizes?

Venham daí os comentários... Arrow
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
Tiago Teles



Registrado: Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2002
Mensagens: 2137
Localização: Portugal

MensagemEnviada: Qua Nov 20, 2002 12:18 am    Assunto: Responder com Citação

Partilho as dúvidas do Rui: não existem tantos vinhos portugueses acima de 17 valores. Mas, penso que o problema poderá ser uma intrepretação de escalas. Possivelmente, o termo comparativo utilizado no guia para atribuir classificações, leva-nos a pensar que o Monte Velho originário da "DOC Gronelândia" levaria a nota 20. Shocked Desta forma, poderemos concluir que portugal não tem boas condições para produzir vinho, e que, o que fazemos hoje em dia, é de facto uma vitória contra a adversidade de sermos menores. Crying or Very sad

Penso nao estarmos habituados à escala utilizada. Num país, onde a média da específica de matemática é negativa Confused , custa a crer que os "estudantes" que produzem vinho tenham médias de 16 ou 17 valores. Shocked
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
Miguel Duarte



Registrado: Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2002
Mensagens: 168
Localização: Loulé

MensagemEnviada: Qua Nov 20, 2002 5:20 pm    Assunto: Responder com Citação

Com esta agora é que eu fiquei [i]banzado[/i]!!
Após consulta do recém comprado guia , deparei-me tal como vocês com esta pérola, que se resume tão simplesmente a isto, para cada região uma metodologia e critério diferentes, mas... isto faz algum sentido ?algúem consegue compreender porque é que de repente se alterou os critérios, por mais que pense isto de todos os ângulos não encontro lógica nem justificação,absolutamente nenhuma!!! Shocked
Um trabalho deste género tem de obedecer a um único critério, ou pelo menos um que uniformize e confira coerência ao resultado final, falo por mim, quer dizer nos trabalhos que faço pra faculdade, não utilizo em cada capítulo um critério e metodos diferentes!Bom...gostava de ouvir as vossas opiniões!!! Confused
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
pepe



Registrado: Domingo, 17 de Novembro de 2002
Mensagens: 321

MensagemEnviada: Qua Nov 20, 2002 5:31 pm    Assunto: Re: Guia de João Afonso, comentário Responder com Citação

Tiago Teles escreveu:
Ao ler o guia do João Afonso, descobri que as notas atribuídas aos vinhos não são em valor absoluto, mas um termo de comparação dentro da mesma região. Quer dizer que, um 18 no Douro é diferente de um 18 na Estremadura, e diferente de um 18 para um vinho Francês. Admito que fiquei algo confuso, e deixei de saber se é melhor ter um 18 na estremadura (onde é mais dificil fazer um vinho de grande qualidade) ou um 19 no Douro (onde isso poderá ser mais fácil de concretizar). Queria ouvir a opinião de outras pessoas. Cool


O homem passou-se, nunca ouvi coisa mais parva que essa.

Então dar notas não é criar uma hierarquia de valores? Como é que se podem dar notas se estas não podem ser comparadas entre si?

Se não se podem comparar notas então não vale a pena dá-las! Bastava um descritivo de cada vinho!
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
pepe



Registrado: Domingo, 17 de Novembro de 2002
Mensagens: 321

MensagemEnviada: Qua Nov 20, 2002 5:33 pm    Assunto: Responder com Citação

falcao escreveu:
Além do absurdo das notas não serem absolutas há outro aspecto que me parece ser de considerar, o elevadissímo número de vinhos muito bem pontuados!

Senão vejamos:

Entre brancos e tintos o número de vinhos com nota superior a 17

- No Dão - 36
- Na Bairrada - 25
- Na Estremadura - 31
- No Ribatejo - 20 ???
- Em Setúbal/Palmela - 35
- No Alentejo - 86
- No Douro - desisti de contar...

Será que o nosso vinho é assim tão bom? Devemos estar felizes?

Venham daí os comentários... Arrow


Eu não estou feliz... Crying or Very sad Estou antes :x

Como leitor/comprador do livro sinto-me defraudado!
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Jorge Miguel
Visitante





MensagemEnviada: Qui Nov 21, 2002 1:09 pm    Assunto: Responder com Citação

Miguel Duarte escreveu:
Com esta agora é que eu fiquei banzado!!
Após consulta do recém comprado guia , deparei-me tal como vocês com esta pérola, que se resume tão simplesmente a isto, para cada região uma metodologia e critério diferentes, mas... isto faz algum sentido ?algúem consegue compreender porque é que de repente se alterou os critérios, por mais que pense isto de todos os ângulos não encontro lógica nem justificação,absolutamente nenhuma!!! Shocked
Um trabalho deste género tem de obedecer a um único critério, ou pelo menos um que uniformize e confira coerência ao resultado final, falo por mim, quer dizer nos trabalhos que faço pra faculdade, não utilizo em cada capítulo um critério e metodos diferentes!Bom...gostava de ouvir as vossas opiniões!!! Confused


Ate e giro ele da notas que nao podem ser comparadas, muito inteligente, sim senhor! Nos e que devemos todos ser parvos para nao perceber o alcance de tal brilhantismo e inovacao. Entao nao se sabe que as notas foram feitas para nao se poder comparar? Nao e essa a razao de existencia das notas?

Vou-vos contar um segredo, eu acho que sei porque e que ele utiliza este metodo; e que assim todas as regioes e todos os produtores ficam contentes. Tambem o Ribatejo pode ter 18s, as Beiras tambem podem ter 17s e quase todos os produtores podem ter boas notas.

Assim esta tudo bem e o negocio esta salvo!
Voltar ao Topo
Mit



Registrado: Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2002
Mensagens: 47

MensagemEnviada: Qui Nov 21, 2002 10:28 pm    Assunto: Responder com Citação

Jorge Miguel escreveu:
Ate e giro ele da notas que nao podem ser comparadas, muito inteligente, sim senhor! Nos e que devemos todos ser parvos para nao perceber o alcance de tal brilhantismo e inovacao. Entao nao se sabe que as notas foram feitas para nao se poder comparar? Nao e essa a razao de existencia das notas?

Vou-vos contar um segredo, eu acho que sei porque e que ele utiliza este metodo; e que assim todas as regioes e todos os produtores ficam contentes. Tambem o Ribatejo pode ter 18s, as Beiras tambem podem ter 17s e quase todos os produtores podem ter boas notas.

Assim esta tudo bem e o negocio esta salvo!


Não costumo concordar com as suas opiniões, mas desta vez tenho de reconhecer que talvez tenha alguma razão, bolas é estupido demais para ser verdade!

Não se pode comparar o comparável! Shocked
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Distribuidor
Visitante





MensagemEnviada: Dom Nov 24, 2002 7:25 pm    Assunto: Re: Guia de João Afonso, comentário Responder com Citação

Tiago Teles escreveu:
Ao ler o guia do João Afonso, descobri que as notas atribuídas aos vinhos não são em valor absoluto, mas um termo de comparação dentro da mesma região. Quer dizer que, um 18 no Douro é diferente de um 18 na Estremadura, e diferente de um 18 para um vinho Francês. Admito que fiquei algo confuso, e deixei de saber se é melhor ter um 18 na estremadura (onde é mais dificil fazer um vinho de grande qualidade) ou um 19 no Douro (onde isso poderá ser mais fácil de concretizar). Queria ouvir a opinião de outras pessoas. Cool


Estou sem palavras, é mau de mais para ser verdade!
Voltar ao Topo
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder Mensagem    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Vinho Todos os horários são GMT + 1 Hora
Página 1 de 1

 
Ir para:  
Enviar Mensagens Novas: Proibido.
Responder Tópicos Proibido
Editar Mensagens: Proibido.
Excluir Mensagens: Proibido.
Votar em Enquetes: Proibido.


Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB