NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum NovaCrítica-vinho.com
Forum de Discussão
 
 FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistrarRegistrar 
 PerfilPerfil   Entrar e ver Mensagens ParticularesEntrar e ver Mensagens Particulares   EntrarEntrar 

Encontro de Vinhos e Sabores (pós evento)
Ir à página 1, 2  Próximo
 
Novo Tópico   Responder Mensagem    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Vinho
Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem  
Autor Mensagem
falcao



Registrado: Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2002
Mensagens: 5553
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Seg Nov 08, 2004 11:30 pm    Assunto: Encontro de Vinhos e Sabores (pós evento) Responder com Citação

E então, quais foram os vinhos que mais os entusiasmaram? O que é que tocou o coração? Produtores disponíveis e solícitos? Coisas engraçadas?

Uma coisa parece-me certa, a mudança para a nave principal foi muito acertada, permitiu melhor mobilidade e circulação, bem como um ambiente mais limpo.

Comentários?
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
chez pirez



Registrado: Sexta-Feira, 28 de Novembro de 2003
Mensagens: 684
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Ter Nov 09, 2004 1:15 am    Assunto: Responder com Citação

telegraficamente:

pontos positivos:

. Espaço
. A simpatia do pessoal da organização
. Stands em geral
. 5 jotas
. Yatarna Chardonnay, Mountain Blue Sh, J.Riddoch CS, RWT (da prova especial de vinhos australianos)
. Quinta da Pellada TN
. Quinta das Bageiras Garrafeira (para Homens de barba rija)
. Aurus QM'do
. O pão do stand de Francisco Nunes Garcia
. Filipa Pato (a sinceridade desconcertante com que me falou dos seus vinhos)
. Francisco Nunes Garcia, o próprio e o vinho de homenagem ao seu irmão
. Gazela (não o vinhos mas sim as próprias)


Pontos Negativos:

. Organização da prova de vinhos australianos (horário, temperatura, serviço, falta de copos, etc,etc,)
. Duas Quintas Res. Especial 95
. Francisco Nunes Garcia 2002 (uns bons furos abaixo do 2001)
. A informação confusa nos vinhos que foram escolha da imprensa (andar de cima).
. What happened to the Douro Boys?
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Visitar a homepage do Usuário
Miguel Duarte



Registrado: Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2002
Mensagens: 168
Localização: Loulé

MensagemEnviada: Ter Nov 09, 2004 1:17 am    Assunto: Responder com Citação

Foi de facto um grande evento. A alteração para o pavilhão principal justificou-se plenamente, pois imaginar o público que esteve presente neste encontro, no outro espaço, seria perfeitamente impensável, já que mesmo assim na tarde de sábado houve zonas já de circulação apertada, o que demonstra uma clara e crescente adesão a eventos deste tipo. O consumidor interessa-se cada vez mais.

No geral pareceu-em que a maioria das pessoas ia com um interesse genuíno de aprender mais, conhecer novos vinhos, trocar impressões com produtores e enólogos, enfim aprender um pouco mais, evoluir o seu gosto pelo vinho. Contudo assiste-se como sempre a uma certa turma do croquete e da borla, com o objectivo de beber um copos, e depois assiste-se a algumas cenas tristes... acho que ainda há ( não percebo pq) algum pudor em usar as cuspideiras. Confused

Um pormenor irritante, que me aborreçe , foi o de ver constantemente garrafas mistério, sem rótulo a sair debaixo ds bancadas, só dadas a provar a alguns, só pude provar alguns vinhos depois de sussurar se não haveria o tal... Confused

No minimo original, foi sem dúvida a mensagem do saco do copo... Cool

Provei dezassete vinhos, dos quais os que mais me marcaram e interesse despertaram, contam-se o Diga?, muito original e interessante. Coelheiros Garrafeira 2000, um grande vinho, para mim um dos melhores vinhos Portugueses, muito equilibrado, estruturado, longo. Fabuloso.Campo Ardosa 2001, um grande Douro, equilibrio perfeito. Cortes de Cima Reserva 2002, luxuoso. Quinta de Roriz 2002, um dos meus Douro preferiodos, e Vale Meão 2002, de um ano mediano, um belíssimo vinho.

Confesso que nunca pensei que provar vinhos pudesse ser tão esgotante, porque depois ainda fui para a prova dos Autralianos e confesso, acabei o sábado completametne de rastos. knocked out

No cômputo geral, foi sem dúvida mais um grande evento, um belíssmo serviço prestado ao sector do vinho, quer sejam produtores, intermediários e principalmente, os consumidores, pois sem eles nada disto faria sentido.

Daqui a um ano lá estarei outra vez... Cool
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
LDINIZ



Registrado: Sexta-Feira, 28 de Novembro de 2003
Mensagens: 87

MensagemEnviada: Ter Nov 09, 2004 12:47 pm    Assunto: Responder com Citação

primeiro que tudo dar os parabéns á organização

Os melhores vinhos que provei foram:
Zambujeiro ( excepcional, fiquei apaixonado por este vinho)
balmoral ( muito bom )
Hexagon ( muito bom )

A grande decepção foi o Quinta do Carmo reserva não sei se era impressão minha mas cheirava e sabia a iodo.

Uma referência também para os queijos de cabra da Maçuça, são do melhor que se faz neste nosso Portugal.

Luis
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
MIGUEL A. PEREIRA



Registrado: Domingo, 5 de Janeiro de 2003
Mensagens: 292
Localização: Sintra

MensagemEnviada: Ter Nov 09, 2004 1:22 pm    Assunto: Responder com Citação

Foi um grande evento!

Provei muitos vinhos (já não me lembro quantos) Embarassed e os que me vêm à memória são os excelentes vinhos do Campolargo (todos), os novos da Filipa Pato e também os do seu pai (vinhas velhas de 1995), o Vale Meão, Aurus, Fojo, Hexagon e muitos outros.
Logo à entrada provei um branco da Quinta do Ameal (reserva e estagiado em madeira) que gostei muito. Alguém o provou?

O espaço serviu perfeitamente e quanto a vinhos escondidos, não "topei"...


Miguel
_________________
Miguel A. Pereira
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
mlpaiva



Registrado: Quarta-Feira, 30 de Outubro de 2002
Mensagens: 4961
Localização: where the streets have no name ;-)

MensagemEnviada: Ter Nov 09, 2004 4:23 pm    Assunto: Responder com Citação

Na edição 2004 deste Encontro foi evidente o esforço da Organização para catapultar este certame para uns degraus bem acima dos anteriores. Os meus parabéns, pois, a João Geirinhas e à máquina que permite a muitos apreciadores um contacto directo com muitos dos nossos bons vinhos.

Não posso pronunciar-me sobre provas especiais pela razão óbvia de nelas não ter participado (por razões anteriormente expostas).

Quanto ao resto, parece-me que o esforço da organização e de alguns apoiantes (Schmidt-Stosberg e os copos da Schott Zwiesel, por ex.) deveria ser acompanhado por muitos produtores/distribuidores. Não podendo generalizar, o facto é que muitos stands (principalmente os não titulados pelos próprios produtores) estavam lá só para... marcar presença. É muito pouco nos dias que correm.
Nesta altura em que o consumo de vinho vem diminuindo drasticamente, que melhor ocasião para despertar consciências adormecidas? Formar e informar os milhares e milhares de visitantes que desfilam pelos stands?
A presença (e uso) de cuspideiras ou manutenção de temperaturas de serviço não respeita à organização. A forma como cada stand promove os seus produtos também não...
E aqui vem novamente à tona o amadorismo do sector (neste caso) no contacto com o grande público. Óbvio que os profissionais e os mais esclarecidos questionam, indagam, informam-se, exigem... E os outros, os que precisam de ser "cativados", os que deveriam, aquando a primeira necessidade, referenciar o que os marcou no Encontro?

Há, aqui, muito trabalho a fazer, muita oportunidade perdida. Os responsáveis pelos stands, marcas, referências têm de se "fixar" no grande público!

Infelizmente, também, a maioria dos "Sabores" continua a leste do potencial deste tipo de certames. A falta de organização, associação, modernidade do sector implica que continuem a perder oportunidades como esta. Não é só montar uma barraquinha e aguardar por clientes (em fila se possível).

Muito caminho foi desbravado mas muito ainda está por fazer. E, repito, não por parte da organização mas pelos responsáveis de cada stand. Estes têm de entrar noutra onda, se querem sobreviver.

Como previ, este foi o melhor ECVS de sempre. Mas the best is yet to come! Wink

PS: De facto alguns stands tinham garrafas não expostas, não rotuladas, só para alguns... A maioria eram amostras de casco (a fixar um excelentíssimo Gouvyas branco reserva 03). Qual o seu interesse para o grande público?


Editado pela última vez por mlpaiva em Ter Nov 09, 2004 4:38 pm, num total de 1 vez
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
Ricardo



Registrado: Quarta-Feira, 3 de Dezembro de 2003
Mensagens: 687
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Ter Nov 09, 2004 4:32 pm    Assunto: Responder com Citação

Gostei bastante de ter ido à Festa. Mais arejado que nos anos anteriores (gosto de tectos altos), dava contudo a noção de ser menor.

Bons vinhos provei eu. Gostei particularmente do Aurius, do Zambujeiro (já o tinha bebido uma vez, mas não me havia sabido tão bem) e do Incógnito (também me soube bastante melhor que da vez anterior em que o provei). Acima do que estava à espera ficou o Qta da Manuela, e o Cortes de Cima TN.

Pela negativa fica a impressão do reserva da Qtª Carmo. Confesso igaulmente que não gostei do Qta da Bageiras Garr. (não sou homem de barba rija, hehe, brinco, simplesmente esperava mais, baga não é definitivamente o meu genero).

Entre os vinhos de que esperava mais contam-se o Fojo, o Reserva de Cortes de Cima (atenção que eu gosto bastante de quase todos os vinhos deste produtor, e que tinha a melhor das ideias do reserva de 98 que havia provado na feira do ano passado, ao ponto de ser um dos meus vinhos de referência ... deve ter sido do momento).

Fico triste com a istória dos vinhos debaixo do balção .... Rolling Eyes ....

Bem procurei, mas não vi (não sou do tipo perguntar se têm) o tapada de coelheiros garr., nem o Hexagon, fico com penha de não os ter provado, particularmente o primeiro.

Ficam aqui ainda os meus agradecimentos ao jms e ao Tomáz Mello Breyner, pois cederam-me gentilmente alguns convites que me permitiram levar 'toda a familia à festa'.
_________________
Os meus Cumprimentos
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Pedro Gomes



Registrado: Segunda-Feira, 25 de Outubro de 2004
Mensagens: 1102
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Ter Nov 09, 2004 5:38 pm    Assunto: Responder com Citação

Ricardo escreveu:


Fico triste com a istória dos vinhos debaixo do balção .... Rolling Eyes ....

Bem procurei, mas não vi (não sou do tipo perguntar se têm) o tapada de coelheiros garr., nem o Hexagon, fico com penha de não os ter provado, particularmente o primeiro.



Caro Ricardo, permita-me que lhe diga que, até certo ponto, compreendo a sua desilusão pelo facto dos balcões não serem "transparentes". Crying or Very sad Mas não infira das minhas palavras que concordo consigo.
Salvo raríssimas excepções, aquilo que está por detrás dos balcões são meia dúzia de garrafas (às vezes menos do que isso) que contêm amostras de casco. São, por assim dizer, "projectos" de vinhos que continuam o seu estágio em madeira e que, por conseguinte, ainda estão um pouco crus. Em suma, são vinhos que ainda não o são: ainda não estão feitos... ainda não estão prontos.
Não fique, portanto, com a ideia que se tratam de garrafas para os amigalhaços. O que acontece é que os produtores aproveitam este tipo de eventos para aferir a sensibilidade da crítica em relação aquilo que têm nas suas caves de estágio. E, não raras vezes, as decisões que acabam por tomar no futuro, são condicionadas por este tipo de juízos "en primeur" (se é que assim lhes podemos chamar?!).
Ainda que não lhe sirva de consolo, digo-lhe que não iria retirar grande prazer ao provar o conteúdo da maior parte dessas garrafas. Ainda está tudo muito duro... muito violento!

P.S. Aliás, é curioso que não tenha ficado impressionado com o Quinta das Bágeiras Garrafeira. Talvez não acredite, mas foi precisamente esse o vinho que mais impressionou um dos críticos com quem tive oportunidade de trocar impressões sobre os vinhos provados. Ele há coisas...
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
jms



Registrado: Domingo, 7 de Setembro de 2003
Mensagens: 1904
Localização: Porto

MensagemEnviada: Ter Nov 09, 2004 6:07 pm    Assunto: Responder com Citação

Os vinhos que mais me impressionaram foram o Bágeiras Tinto Garrafeira 01; o Fonseca Vintage 85; o Qta Seara d'Ordens Garrafeira 99 e o Pommery Millesime 96. Isto para além dos que provei em provas especiais, especialmente na dos vintage Ferreira.

Quanto ao facto de haver vinhos sem estarem em cima do balcão, penso que é uma decisão tão legítima como a decisão que os expositores tomaram qundo escolheram os vinhos que tinham em prova.
Métodos diferentes para objectivos diferentes.
_________________
jorge saraiva

'Faz tudo como se alguém te contemplasse' - Epicuro, filósofo grego (341 aC - 270 aC)
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
falcao



Registrado: Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2002
Mensagens: 5553
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Ter Nov 09, 2004 9:54 pm    Assunto: Responder com Citação

Estou a ver que perdi a oportunidade de cumprimentar vários participantes já conhecidos, bem como de conhecer vários membros que ainda não conheço pessoalmente. Apenas tive oportunidade de rever o Luís Camisão, Pedro Brandão, Dionísio, Rui Miguel, Jorge Sousa e Chez Pirez, bem como de finalmente conhecer a Anabela e o Hildérico Coutinho (espero muito sinceramente não estar a cometer a enorme gaffe de me esquecer de alguém).

Sobre o crescimento do evento, bem como sobre a enorme melhoria do espaço, penso que pouco há a acrescentar ao que já foi aqui elogiado. O evento é marcante e tornou-se um marco incontornável do ano vinícola português. Ainda bem, e que possam existir mais eventos desta natureza em Lisboa e por todo país.

Finalmente, sobre as garrafas debaixo da mesa, nada de mais natural em qualquer feira. Sem dúvida pelos motivos avançados pelo Pedro, bem como por eventuais motivos económicos pois no caso dos "vinhos feitos", não será viável disponibilizar dezenas de garrafas de vinhos de garagem ou de vinhos de preços estratosféricos. É uma consequência inevitável de qualquer feira...
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
Jorge Sousa



Registrado: Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2002
Mensagens: 163
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Qua Nov 10, 2004 1:29 am    Assunto: Responder com Citação

falcao escreveu:

Sobre o crescimento do evento, bem como sobre a enorme melhoria do espaço, penso que pouco há a acrescentar ao que já foi aqui elogiado. O evento é marcante e tornou-se um marco incontornável do ano vinícola português. Ainda bem, e que possam existir mais eventos desta natureza em Lisboa e por todo país.

Finalmente, sobre as garrafas debaixo da mesa, nada de mais natural em qualquer feira. Sem dúvida pelos motivos avançados pelo Pedro, bem como por eventuais motivos económicos pois no caso dos "vinhos feitos", não será viável disponibilizar dezenas de garrafas de vinhos de garagem ou de vinhos de preços estratosféricos. É uma consequência inevitável de qualquer feira...
 

Tomo a liberdade de transcrever estas palavras do Falcão porque concordo com estas opiniões.

Gostei também de contactar a presença de um número significativamente maior de rótulos estrangeiros nas bancas.

Penso que os organizadores do evento fizeram um esforço para cativar a presença de alguns importadores de vinhos estrangeiros.
Quem sabe possam cativar alguns produtores Espanhóis para o ano?...

Dos vinho que provei agradaram-me:

Portugueses
-Gaivosa vinha de Lordelo 2003
-T. Coelheiros Garraf. 2000
-Garafeira FSF 2001 (JMF)
-Homenagem António Maria (F.Nunes Garcia)
-Vallado Reserva 2003
-Vale Meão 2001
-Qtª M. D'Oiro Aurius 2001
-Couteiro-Mor col.selec. 2001 (para o dia-a-dia)
-Côto de Mamoelas 2002 (espumante Alvarinho Provam)
-Muros antigos 2003 e 2004

Estrangeiros
-Henriot Brut Souverain
- " Mellisimé Rosé 1998
- " Cuveé Ebchanteleurs 1988
-Ornellaia 2001 Doc Rosso Superior
-Chablis Fourchaume 2002
-Peter Lehmann Stonewell Barossa Shiraz 1995
- " " Eight Songs " "
- " " Chardonnay 2002
-Enate 1999
-Alsace Gewurztraminer "hugel" 2002
-Pascal Jolibet Sancerre 2003

-Yattarna Chardonnay 2001 (Penfolds)
-Michael Shiraz 1998 (Wynns Coonawarra)
-John Riddoch Cab.Sauvignon 1998 (Wynns Coonawarra)
-RWT Barossa Valley Shiraz 2001 (Penfolds)
-Grange 1999 (Penfolds)
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
José Tomáz Mello Breyner



Registrado: Quarta-Feira, 27 de Novembro de 2002
Mensagens: 5472
Localização: Estoril

MensagemEnviada: Qua Nov 10, 2004 10:32 am    Assunto: Responder com Citação

Caros Amigos


Também estive presente este ano no Encontro dos Vinhos e Sabores e destaco:

Organização - Impecável com um excelente acolhimento e muita simpatia à chegada.
Original e divertida a mensagem na bolsa do copo de prova.
Infelizmente apenas enconterei 1 unico participante deste forum ou seja o Miguel também conhecido como Chez Pires.
Vinhos que mais gostei:

Vintage 2001 da Quinta de Valle de Meão
Vintage 2002 da Quinta de Roriz
Late Harvest da Casa de Santar
ME & JBC
Quinta de Valle de Meão 2001
Quinta do Monte d'Oiro
Aurius 2001
Quinta de Pancas Cabernet Sauvignon
Quinta do Perdigão 2003 Touriga Nacional
Hexagon

PARABENS João Geirinhas e até para o ano Laughing Laughing Laughing

Zé Tomaz
Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing
_________________
Eu Quero Um Rei. E Tu?
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
pbrandao



Registrado: Terça-Feira, 25 de Março de 2003
Mensagens: 367
Localização: Corroios

MensagemEnviada: Qua Nov 10, 2004 10:55 am    Assunto: Responder com Citação

Tanto já foi dito, pouco posso acrescentar, muito ficou por provar... Deixo alguns nomes que me marcaram mais:

-Coto de Mamoelas 2002 Espumante Alvarinho
-Gouvyas Reserva 2003 Branco
-Late Harvest Álvaro Castro (é impressão minha ou nínguem deu conta deste?)
-Leo D'Honor 2001
-FSF da JMF

So many wines, so little time...
_________________
Abraços

PBrandão
Web page com muita bacorada em http://bservices.homelinux.com/cov
NR: é mais o tempo que passa em baixo do que o acessível...
Um cantinho para a conversa em http://cov.s1.bizhat.com
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
Rui Miguel



Registrado: Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2002
Mensagens: 601

MensagemEnviada: Qua Nov 10, 2004 5:50 pm    Assunto: Responder com Citação

...

Editado pela última vez por Rui Miguel em Sex Out 31, 2008 8:06 pm, num total de 1 vez
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Visitar a homepage do Usuário
dionísio



Registrado: Quinta-Feira, 8 de Mai de 2003
Mensagens: 71
Localização: Oeiras

MensagemEnviada: Qua Nov 10, 2004 5:55 pm    Assunto: Responder com Citação

A mudança para este pavilhão veio dar uma lufada de ar fresco ao EVS. O arejamento, a libertação dos fumos e a temperatura foram fundamentais Cool Os meus parabéns a toda a organização e em particular a João Geirinhas com quem tive oportunidade de trocar umas impressões sobre o mesmo assunto. Este ano optei por ser mais selectivo nas provas e utilizando as cuspideiras o mais possível. Um pouco mais de tempo que tenho com interesse neste mundo dos vinhos também me permitiu de certa forma alguma "evolução" na maneira de provar e encarar estes eventos...
Gostaria de dar só algum destaque a alguns vinhos que me marcaram mais:

Coto de Mamoelas 2002 Espumante Alvarinho
Henriot Cuveé Ebchanteleurs 1988
Gouvyas Reserva 2003 Branco
Cova da Ursa
T. Coelheiros Garraf. 2000
Zambujeiro
Qta da Viçosa 2002
Cortes de Cima Trincadeira
Leo D'Honor 2001
Só TN 2002
Pape 2003
Vale Meão 2001
Quinta dos Quatro Ventos Reserva 2001
Late Harvest Álvaro Castro
Vintage 2002 da Quinta de Roriz
Moscatel DSF
Blandy's

E ainda Wink :

Vintages FERREIRA 1994, 1983 Quinta do Seixo
ROXBURG Chardonnay 2002 (Rosemount Estate)
JOHN RIDDOCH Cabernet Sauvignon 1998 (Wynns Coonawarra Estate)
St. HENRY Shiraz 2000 (Penfolds)

Até para o próximo ano!
_________________
Bonum vinum laetificat cor hominis

Joaquim Carvalho
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder Mensagem    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Vinho Todos os horários são GMT + 1 Hora
Ir à página 1, 2  Próximo
Página 1 de 2

 
Ir para:  
Enviar Mensagens Novas: Proibido.
Responder Tópicos Proibido
Editar Mensagens: Proibido.
Excluir Mensagens: Proibido.
Votar em Enquetes: Proibido.


Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB