NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum NovaCrítica-vinho.com
Forum de Discussão
 
 FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistrarRegistrar 
 PerfilPerfil   Entrar e ver Mensagens ParticularesEntrar e ver Mensagens Particulares   EntrarEntrar 

O que gostaria de ter perguntado ao Dirk...(?)

 
Novo Tópico   Este Tópico está Bloqueado. Você não pode editar mensagens ou responder    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Entrevistas On-line
Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem  
Autor Mensagem
luis ferreira



Registrado: Quarta-Feira, 18 de Dezembro de 2002
Mensagens: 141
Localização: lisboa

MensagemEnviada: Sex Jan 25, 2008 3:59 am    Assunto: O que gostaria de ter perguntado ao Dirk...(?) Responder com Citação

Já estou cumó juon ruseira …irraaaa…. Não há dúvida: Campioun!!!

E, se ainda for a tempo de picar o ponto, porque achei graça…
Citação:
NA BOURGOGNA FALA SE QUE 2005 (OS JORNALISTAS E QUE DIZEM) E UM GRANDE ANO.
PESSOALMENTE ACHO QUE NAO E. NAO E PORQUE E UM ANO EXCESSIVO DEMAIS E DESIQUILIBRADO (POR ISSO OS JORNALISTAS ACHAM QUE E UM GRANDE ANO)


Também porque ainda ninguém tocou ou teve lata para… conheces algum que saiba probar (realmente bem) br… não, desculpa, era injusto (depois duma entrevista destas), de modo que vou tentar mais soft… Smile

Jantas e provas com milhares de pessoas. Encontras muito ou poucas, ou muito poucas (jornalistas, críticos, whatever…estrangeiros incluídos), que se deixem impressionar pelo equilíbrio? I.e. cujo primeiro critério de prova/avaliação seja esse?
Alargando a tintos, e que percebam (realmente bem) o potencial do que lhes mostras…?

Se não quiseres não respondas. Incluir colegas teus na pergunta, inda pior… Evil or Very Mad Por isso, tento outra vez de forma soft…

Já viste os maiores, dos leovilles aos moreys e aos chavês, a trabalhar. Atendendo à importância que dás à questão do lote, entre o que viste que aqueles procuram quando loteiam, e o que vês (a maioria!?) fazer por cá, notas diferenças substanciais? Se sim, quais e porquê (exigências do mercado; ainda estamos a aprender…)?

PS já agora, para compensar a impertinência e para que ninguém confunda o tom com falta de respeito (não, não é ligeireza, é estima e admiração)… sinceramente, chapeau Mr Dirk!!! Dos vinhos (dos “nossos”, Robustus, Q Mouro 02… aos syrahs Rhône, etc) às castas (a "nóia" da TN…) regiões (Dão “actual”, Alentejo “branco”…), anos, etc. mas sobretudo alguns pontos mais estratégicos para o Douro e Portugal – muito desta entrevista, podiam bem emoldurar e pôr na parede!
_________________
A suavidade é a grande qualidade procurada nos vinhos tintos - Emile Peynaud
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Tiago Teles



Registrado: Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2002
Mensagens: 2137
Localização: Portugal

MensagemEnviada: Sex Jan 25, 2008 9:46 am    Assunto: Responder com Citação

Luís,

Efectivamente o teu sal extra já chegou no fecho da emissão!
Além do Dirk estar de partida para a Quinta de Nápoles, não convém abrirmos precedentes! Se aceitares, apago este tópico.
Tens de vir mais vezes a este espaço.

Um abraço
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
dirk niepoort



Registrado: Segunda-Feira, 14 de Janeiro de 2008
Mensagens: 82

MensagemEnviada: Sex Jan 25, 2008 11:47 am    Assunto: Re: O que gostaria de ter perguntado ao Dirk...(?) Responder com Citação

bom dia em cada dia,

luis ferreira escreveu:
E, se ainda for a tempo de picar o ponto, porque achei graça…
Citação:
NA BOURGOGNA FALA SE QUE 2005 (OS JORNALISTAS E QUE DIZEM) E UM GRANDE ANO.
PESSOALMENTE ACHO QUE NAO E. NAO E PORQUE E UM ANO EXCESSIVO DEMAIS E DESIQUILIBRADO (POR ISSO OS JORNALISTAS ACHAM QUE E UM GRANDE ANO)


Também porque ainda ninguém tocou ou teve lata para… conheces algum que saiba probar (realmente bem) br… não, desculpa, era injusto (depois duma entrevista destas), de modo que vou tentar mais soft… Smile I


EXISTEM EFECTIVAMENTE BONS JORNALISTAS (BONS NO QUE ESCREVEM E BONS A PROVAR VINHOS).
SO PARA MENCIONAR ALGUNS MUITO MUITO BONS ESTRANGEIROS:
POSSO MENCIONAR ALGUNS:
TOM MARTHINSON (NORUEGA)
ANDREW JEFFORD (UK)
RONALD DE GROOT (HOLANDA)
JOSHUA GREENE (USA)

luis ferreira escreveu:
Jantas e provas com milhares de pessoas. Encontras muito ou poucas, ou muito poucas (jornalistas, críticos, whatever…estrangeiros incluídos), que se deixem impressionar pelo equilíbrio? I.e. cujo primeiro critério de prova/avaliação seja esse?
Alargando a tintos, e que percebam (realmente bem) o potencial do que lhes mostras…?

VOU CONHECENDO BASTANTE GENTE QUE PROCURAM O EQUILIBRIO E HARMONIA.
HA ALGUMAS PESSOAS COM QUEM GOSTO MUITO DE PARTILHAR UMA BOA GARRAFA DE VINHO
TU ES UMA DESSAS PESSOAS.

luis ferreira escreveu:
Se não quiseres não respondas. Incluir colegas teus na pergunta, inda pior… Evil or Very Mad Por isso, tento outra vez de forma soft…

Já viste os maiores, dos leovilles aos moreys e aos chavês, a trabalhar. Atendendo à importância que dás à questão do lote, entre o que viste que aqueles procuram quando loteiam, e o que vês (a maioria!?) fazer por cá, notas diferenças substanciais? Se sim, quais e porquê (exigências do mercado; ainda estamos a aprender…)?


EU ACREDITO MUITO NO LOTE. ESTA CULTURA DO LOTE VEM ESSENCIALMENTE DA EMPRESA NIEPOORT. APRENDI PRINCIPALMENTE COM O SR JOSE (3 GERACAO A TRABALHAR NA NIEPOORT) E COM O ZEZE (SR NOGUEIRA, FILHO DO SR JOSE E 4 GERACAO NA NIEPOORT) E COM O MEU PAI.
VISITANDO OUTRAS REALIDADES VAI SE ABRINDO O PROPRIO LEQUE.
O ACHO QUE FAZER LOTES E UMA ARTE. UMA ARTE QUE SE APRENDE COM O TEMPO , COM A EXPERIENCIA, COM O TEMPO.
O INTERESSANTE NO LOTE E QUE NAO E MATEMATICO:
2 + 2 PODE SER 6 OU MESMO 8.........

HOJE O LOTE COMO ARTE JA QUASE NAO EXISTE. OS LOTES SAO LOGICAS MATEMATICAS. E COMO TAL MAIS SIMPLES E SEM "CHARME" E SEM ALMA".

VOU TRABALHAR UM POUCO

dirk

luis ferreira escreveu:
PS já agora, para compensar a impertinência e para que ninguém confunda o tom com falta de respeito (não, não é ligeireza, é estima e admiração)… sinceramente, chapeau Mr Dirk!!! Dos vinhos (dos “nossos”, Robustus, Q Mouro 02… aos syrahs Rhône, etc) às castas (a "nóia" da TN…) regiões (Dão “actual”, Alentejo “branco”…), anos, etc. mas sobretudo alguns pontos mais estratégicos para o Douro e Portugal – muito desta entrevista, podiam bem emoldurar e pôr na parede!
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Este Tópico está Bloqueado. Você não pode editar mensagens ou responder    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Entrevistas On-line Todos os horários são GMT + 1 Hora
Página 1 de 1

 
Ir para:  
Enviar Mensagens Novas: Proibido.
Responder Tópicos Proibido
Editar Mensagens: Proibido.
Excluir Mensagens: Proibido.
Votar em Enquetes: Proibido.


Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB