NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum NovaCrítica-vinho.com
Forum de Discussão
 
 FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistrarRegistrar 
 PerfilPerfil   Entrar e ver Mensagens ParticularesEntrar e ver Mensagens Particulares   EntrarEntrar 

Entrevista com Dirk Niepoort (Niepoort - Porto/Douro)
Ir à página Anterior  1, 2, 3, ... 12, 13, 14  Próximo
 
Novo Tópico   Este Tópico está Bloqueado. Você não pode editar mensagens ou responder    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Entrevistas On-line
Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem  
Autor Mensagem
dirk niepoort



Registrado: Segunda-Feira, 14 de Janeiro de 2008
Mensagens: 82

MensagemEnviada: Seg Jan 21, 2008 4:54 pm    Assunto: Responder com Citação

Rui Lourenço Pereira escreveu:
Sendo a Niepoort uma marca histórica no "Mundo" do vinho do Porto (tinha que tocar neste tema, porque em ...cada Porto há uma surpresa - rlp), reparo que ano após ano, todos aqueles que houvem falar de Niepoort vão associando o nome mais a vinho do Douro, do que a vinho do Porto. Haverá algum objectivo da "Casa" de num futuro próximo dar primazia aos vinhos do Douro em detrimento dos vinhos do Porto?


CARO RUI,

E VERDADE QUE CADA VEZ MAIS SE FALA DA NIEPOORT MAIS PELOS VINHOS DE MESA DO QUE DOS PORTOS. O OBJECTIVO NAO FOI ESSE E CONTINUA A NAO SER ESSE. O VINHO DO PORTO E UM VINHO DE NICHO E COMO TAL FALADO POR MENOS PESSOAS. PENSO QUE E ESSA A EXPLICACAO.
JA PROVAS TE O VINTAGE 2005??? ACHO QUE E O MELHOR VINHO QUE FIZ ATE HOJE
DIRK[/b][/i]
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
dirk niepoort



Registrado: Segunda-Feira, 14 de Janeiro de 2008
Mensagens: 82

MensagemEnviada: Seg Jan 21, 2008 5:01 pm    Assunto: Responder com Citação

frexou escreveu:
Como te sentes ao saber que o Batuta, Redoma e Charme 2005, por exemplo, não estavam prontos para serem bebidos com grande prazer quando vieram para o mercado, e que provavelmente quando estiverem num momento alto para serem bebidos, já só meia dúzia de individuos é que os têm?
Ou seja, sentes-te bem com esta pressão alta do consumidor vampiro, que quer beber tudo o quanto antes?

Achas que a Niepoort pode mudar a política, fazendo mais algum estágio em garrafa? Ou isso, perante o comportamento do consumidor é um autêntico tiro no pé?


CARO FREIXOU,

OBRIGADO PELAS FLORES.

SAO MUITAS PERGUNTAS E DIFICEIS DE RESPONDER RAPIDAMENTE...
PARA MAIS PARA MIM QUE GOSTO DE VINHOS VELHOS....

ATE AO ANO PASSADO TERIA SIDO IMPOSSIVEL ARMAZENAR OS VINHOS MUITO MAIS TEMPO POR FALTA DE ESPACO. NESTE MOMENTO JA ESTAMOS A VENDER QUASE TODOS OS VINHOS COM PELO MENOS CERCA DE 6 MESES DE GARRAFA.
AS VEZES E MESMO FRUSTRANTE POIS HA FASES EM QUE OS VINHOS NAO SE MOSTRAM BEM...SO POR FALTA DE TEMPO EM GARRAFA (POR EXEMPLO O BATUTA 05 SO AGORA PARECE COMECAR A MOSTRAR TODA A PERFEICAO QUE EU ACHO QUE TEM...
INFELIZMENTE HA NO ENTANTO CADA VEZ MAIS CONSUMIDORES A QUEREREM BEBER OS VINHOS SUUUUPER NOVOS CHEIOS DE FRUTA.
EU NAO PROCURO FRUTA NOS NOSSOS VINHOS . PARA MIM E MUITO MAIS IMPORTANTE O FACTOR FRESCURA NO VINHO.

VAMOS ENGARRAFAR UM GARRAFEIRA 1977 ESTE ANO (JA DIGO ISTO HA MAIS DE 5 ANOS....) DE MANEIRA QUE O IREMOS LANCAR PARA O MERCADO DENTRO DE 4 ANOS. INFELIZMENTE SAO SOMENTE 1 000 GFS...
E A VIDA

DIRK
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
dirk niepoort



Registrado: Segunda-Feira, 14 de Janeiro de 2008
Mensagens: 82

MensagemEnviada: Seg Jan 21, 2008 5:10 pm    Assunto: Responder com Citação

jms escreveu:
1. Redoma tinto. Sua primeira bandeira de vino de topo do Douro, o seu vinho com mais vindimas, mais edições. O que é que permanece desde os meados dos anos 90, o que é que foi (vai) variando ao longo dos tempos com o Rema? Como o enquadra na sua gama de vinhos tintos Niepooit?

PARA MIM E SIMPLESMENTE O VINHO MAIS IMPORTANTE (vinho de mesa) da niepoort. acho que a linha tem se mantido a mesma, mas cada vez mais afinado e perfeito.
A partir do 2007 vamos voltar a fazer (tenho sonhado durante muitos anos) parte do estagio em toneis velhos e engarrafar o vinho um pouco mais tarde. acho que o redoma representa muito bem o douro.

jms escreveu:
2. São por demais conhecidas as dificuldades, digamos assim, geradas pelo facto da procura dos vinhos Batuta, Charme, Redoma Branco e Redoma Reserva Branco, ser, em Portugal, muito superior à oferta, em especial dos 3 últimos. Nestas circunstâncias porquê lançar outros rótulos - Luz e Sombra - provenientes de vinho em estágio que estaria previsto virem a ser, no caso do Luz, ou Redoma Branco ou Redoma Reserva Branco?

E A FAZER QUE VOU APRENDENDO. COMO NAO NASCI INTELIGENTE E CHEIO DE SABEDORIA VOU APRENDENDO FAZENDO.
FAZENDO EXPERIENCIAS VAI SE GANHANDO CONHECIMENTOS QUE NO FINAL SE REVERTEM PARA AS BASES: para os redomas etc.
e verdade que em certos casos ha claros roubos de vinhos que iriam directamente para o redoma ou reserva etc, mas ha outros que sao feitos com outras filosofias.

abraco
dirk
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
alentejano



Registrado: Domingo, 27 de Outubro de 2002
Mensagens: 4168
Localização: Vila Viçosa

MensagemEnviada: Seg Jan 21, 2008 5:27 pm    Assunto: Responder com Citação

Caro Dirk

Qual o vinho que mais prazer lhe deu a fazer ?

O Robustos é um caso encerrado ou vai ter continuidade ?
_________________
João Pedro Carvalho
Alentejo, uma paixão.
http://copod3.blogspot.com
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário MSN Messenger
apcperes



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Abril de 2007
Mensagens: 644
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Seg Jan 21, 2008 5:35 pm    Assunto: Responder com Citação

Caro Dirk Niepoort,

Antes demais parabéns por aceitar este desafio e PARABÉNS pelos seus magníficos vinhos.

Não posso perder a oportunidade, na sequência de algumas perguntas, de perguntar ao pai dos vinhos, qual o horizonte temporal que idealiza para o consumo perfeito do Batuta 2005 e do Vintage 2005?

Cumprimentos!
_________________
André Peres
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
André Braga da Cruz



Registrado: Domingo, 9 de Outubro de 2005
Mensagens: 388
Localização: Braga

MensagemEnviada: Seg Jan 21, 2008 5:40 pm    Assunto: Responder com Citação

Caro Dirk Niepoort:

Foi com enorme agrado soube desta entrevista...não é todos os dias que temos a oportunidade de poder partilhar a sabedoria de alguém que é uma verdadeira força motriz do vinho no Douro e em Portugal.

Pegando na sua referência aos Projectos, gostaria de saber se podemos esperar no futuro que algum destes vinhos passe a uma produção regular, ou se apenas são isso mesmo, experiências cujo resultado vai verter para os outros vinhos da casa.

Cumprimentos
_________________
André Braga da Cruz

In victory, you deserve Champagne, in defeat, you need it. - Napoleon Bonaparte
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
dirk niepoort



Registrado: Segunda-Feira, 14 de Janeiro de 2008
Mensagens: 82

MensagemEnviada: Seg Jan 21, 2008 5:49 pm    Assunto: Responder com Citação

alentejano escreveu:
Caro Dirk

Qual o vinho que mais prazer lhe deu a fazer ?

O Robustos é um caso encerrado ou vai ter continuidade ?


CARISSIMO,

QUAL O VINHO QUE MAIS PRAZER ME DEU???? E MUITO DIFICIL DE RESPONDER.
O VINTAGE 2005
UM VINHO QUE FIZEMOS COM O TELMO RODRIGUES QUE IRA SER LANCADO ESTE ANO (AINDA NAO TEMOS NEM NOME NEM ROTULO...S U G E S T O E S para o nome????)
e um vinho feito a meneira do telmo rodrigues que foi feito de uvas do douro ( da zona de covas , de vinhas velhas em altitude).
e um vinho que gosto muitissimo e com o aprendi / aprendemos muitissimo.

relativamente ao ROBUSTOS, aind nao sabemos se iremos voltar a fazer...mas esta na forja um vinho tinto de 2004 (ainda em madeira) que eventualmente sera o primeiro robustos (oficial).


cumprimentos e larguras
dirk
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
dirk niepoort



Registrado: Segunda-Feira, 14 de Janeiro de 2008
Mensagens: 82

MensagemEnviada: Seg Jan 21, 2008 5:57 pm    Assunto: Responder com Citação

apcperes escreveu:
Não posso perder a oportunidade, na sequência de algumas perguntas, de perguntar ao pai dos vinhos, qual o horizonte temporal que idealiza para o consumo perfeito do Batuta 2005 e do Vintage 2005?


CARO ANDRE P,

no caso do batuta acho que e um vinho com um enorme potencial. na minha opiniao o ideal sera dentro de 10 anos mas estou convencido que e um grande vinho de guarda para os seus 30 anos a vontade.

quanto ao vintage 2005 nao tenho duvida que e um vinho que nao se vai fechar como outros grandes anos e que estara perfeito daqui a 40 anos. mas sou da opiniao que os vintage ou se bebem novos (nos primeiros 5 - 7 anos) ou a partir dos 15 anos.

bom proveito
dirk
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
dirk niepoort



Registrado: Segunda-Feira, 14 de Janeiro de 2008
Mensagens: 82

MensagemEnviada: Seg Jan 21, 2008 6:00 pm    Assunto: Responder com Citação

André Braga da Cruz escreveu:
Pegando na sua referência aos Projectos, gostaria de saber se podemos esperar no futuro que algum destes vinhos passe a uma produção regular, ou se apenas são isso mesmo, experiências cujo resultado vai verter para os outros vinhos da casa.


CARO ANDRE,

nao sei responder. eventualmente poderao passar para um rotulo novo da niepoort ou serem integrados em algum vinho da niepoort.
o tempo dira.
este ano iremos lancar um pinot noir de 2006 que para ja esta fantastico. vamos la ver se nao fazemos asneiras ate ser engarrafado.

cumprimentos
dirk
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
padrefrancisco



Registrado: Domingo, 15 de Outubro de 2006
Mensagens: 154

MensagemEnviada: Seg Jan 21, 2008 6:51 pm    Assunto: Responder com Citação

Caro Dirk,

Aceite, em primeiro lugar, as minhas felicitações pelos extraordinários vinhos que produz.

Tenho curiosidade em saber que papel reserva para o Diálogo dentro do leque dos seus vinhos. Como pensa que ele poderá evoluir (refiro-me a novas colheitas).

Cumprimentos,
João Crespo
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
dirk niepoort



Registrado: Segunda-Feira, 14 de Janeiro de 2008
Mensagens: 82

MensagemEnviada: Seg Jan 21, 2008 7:14 pm    Assunto: Responder com Citação

padrefrancisco escreveu:
Tenho curiosidade em saber que papel reserva para o Diálogo dentro do leque dos seus vinhos. Como pensa que ele poderá evoluir (refiro-me a novas colheitas).


CARO PADRE CRESPO,

ANTES DE HAVER UMA IDEIA DE ROTULO OUVE UMA IDEIA PARA O VINHO. de certa maneira quis democratizar o vinho.
acho que os vinhos modernos estao cada vez mais a ficarem todos iguais e sem identidade. para mais acho que os vinhos estao a ficar pesados demais, pretos demais e alcoolicos demais. e ainda frutados demais.
houve uma tentativa de fazer um vinho tipico do douro mas sem demasiados taninos. pouca fruta , mas muita frescura.
o dialogo faz parte de um projecto onde nos estamos a vender o mesmo vinho em varias partes do mundo mas com rotulos differentes em cada pais. usei a palavra democratizar o vinho tambem pela postura differente do rotulo. a ideia e ser um vinho serio mas com um rotulo com piada e simples.
internamente na niepoort chamamos lhes os fabulosos (tem haver com o primeiro rotulo que fizemos para a alemanha: fabelhaft).
os fabulosos comecaram em 2002 vendido somente na alemanha.
o melhor para mim ate hoje e o 2005 (que o 2006 dificilmente atingira....vamos fazer amanha o lote final)

tenho ouvido algumas criticas (quase so em portugal) de o vinho nao ser tipicamente niepoort....ser deslavado e leve demais.
nao concordo: a ideia e exactamente fazer um vinho (como os franceses chamam DIGEST) um vinho que de gozo beber. e efectivamente no caso do dialogo da ideia que quanto mais se bebe o dialogo melhor ele sabe.


dirk
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
red red wine



Registrado: Terça-Feira, 23 de Outubro de 2007
Mensagens: 25

MensagemEnviada: Seg Jan 21, 2008 9:29 pm    Assunto: Responder com Citação

Boa noite,

Caro Dirk Niepoort,

Vou inaugurar um wine bar/loja gourmet em Roterdão, dentro de alguns meses, e, se não for incómodo, gostaria de recolher a sua opinião acerca das possibilidades de afirmação (ou ausência das mesmas) dos vinhos portugueses no mercado global e, designadamente, no mercado holandês. A afirmação junto da crítica é transponível para o consumidor no curto/médio prazo?

Por outro lado e sem querer abusar, ficarei grato se puder fornecer-me alguns inputs de proximidade acerca dos holandeses enquanto consumidores, nomeadamente de vinho.

Fica desde já o convite para uma apresentação dos seus vinhos (não que eles necessitem...) no espaço em causa, nesta fase endereçado da forma informal que me é proporcionada por este excelente fórum. Honrar-nos-á com a sua presença.

Cumprimentos,
José Ribeiro
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6060
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Ter Jan 22, 2008 12:57 am    Assunto: Responder com Citação

Olá Dirk

Em primeiro lugar gostaria de lhe agradecer ter aceite este nosso desafio, assim como a sua participação nesta entrevista, ainda estamos no primeiro dia e isto está com uma grande dinâmica. Estou a gostar Very Happy .

Gostava de lhe fazer também algumas perguntas, possivelmente um pouquito básicas já que os meus conhecimentos sobre vinho também o são. Leia-as tendo isto em conta.

Sempre achei que em relação às comidas tradicionais dos diferentes países se pode dizer quase "diz-me o que comes, dir-te-ei como és". (E com cada pessoas é quase igual, o que come e a forma como come... diz tanto...)
Numa cozinha criativa acho que muito da personalidade de quem cozinha transparece no prato.

Na sua opinião acontece o mesmo com o vinho?

Para além das competências técnicas do enólogo, a personalidade dele tem influência nos vinhos?

É gratificante trabalhar para o consumidor português? Ou seja o nível de conhecimentos e a sensibilidade permitem-lhes compreender o que lhes quer transmitir com os seus vinhos?
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Tiago Teles



Registrado: Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2002
Mensagens: 2137
Localização: Portugal

MensagemEnviada: Ter Jan 22, 2008 9:36 am    Assunto: Responder com Citação

Primeiro, e sabendo que será complicado manter o ritmo de resposta, obrigado pela forma rápida e directa como tem reagido às diversas perguntas colocadas. O Dirk defende a essência da cultura do vinho que passa pela defesa da identidade de cada local e pela apetência de cada vinho para a fluidez, o equilíbrio e a frescura como qualidades essenciais. O princípio defendido no Diálogo é sintomático dessa postura. Parabéns, se eles fossem necessários. Esse é o futuro do vinho português e esperemos que o consumidor nacional e internacional também sinta essa vontade!

Seguindo para mais umas “pequenas”perguntas.

Arrow Os enigmáticos tintos da Borgonha são elaborados à base da imprevisível casta Pinot Noir que vemos aparecer nos seus Projectos. O seu local de eleição é a Borgonha, uma região bem a norte, fresca, onde os solos são ricos em cálcio. No Douro predomina o xisto e o calor dos meses de maturação. Esta aventura significa a procura de um novo terroir para esta casta? É possível fazer no Douro um Pinot Noir, digamos, fluído e fresco? Qual é o objectivo? Pegando nesta senda do Pinot Noir, quais são os vinhos do mundo que mais o intrigam e aprecia?

Arrow O Dirk tem levado a sua influência a outras regiões, nomeadamente ao Dão com o vinho Dado realizado em parceria com Álvaro Castro, ao Alentejo com o vinho Mouro produzido em parceria com Miguel Viegas Louro, e à região dos Vinho Verdes com o Alvarinho Soalheiro primeiras vinhas elaborado em parceria com António Esteves Ferreira. Porquês estas três regiões? Porquê estes três produtores?

Arrow O Dado já é um caso enigmático no panorama nacional, um vinho que na minha compreensão se aproxima verdadeiramente do ideal defendido pelo Dirk, aliando a elegância e longevidade do Dão à concentração e estrutura do Douro. Qual a sua visão deste vinho? Qual o seu lugar no mercado?

Arrow O Mouro 2005 revela uma junção espantosa de duas castas com forte carácter, Trincadeira (50%) e Cabernet Sauvignon (50%). Porquê estas duas castas? O Alentejo necessita da Touriga Nacional?

Arrow Pensa que a casta Alvarinho plantada na zona de Melgaço tem particularidades que a aproximam dos grandes brancos do mundo, brancos com notável longevidade, dotados de enorme complexidade, aliando uma pureza e densidade de fruto a uma forte mineralidade? Não tem curiosidade noutras regiões nacionais? A casta Baga?
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
dirk niepoort



Registrado: Segunda-Feira, 14 de Janeiro de 2008
Mensagens: 82

MensagemEnviada: Ter Jan 22, 2008 10:05 am    Assunto: Responder com Citação

red red wine escreveu:
Vou inaugurar um wine bar/loja gourmet em Roterdão, dentro de alguns meses, e, se não for incómodo, gostaria de recolher a sua opinião acerca das possibilidades de afirmação (ou ausência das mesmas) dos vinhos portugueses no mercado global e, designadamente, no mercado holandês. A afirmação junto da crítica é transponível para o consumidor no curto/médio prazo?

BOM DIA EM CADA DIA,

PESSOALMENTE ACREDITO MUITO NO VINHO PORTUGUES. TEMOS E QUE IR DANDO OS PASSOS CERTOS NAS DIRECCOES CERTAS. estou convencido que os vinhos portugueses irao se afirmar nos diferentes mercados.
para isso temos que percorrer (nos portugueses) varios caminhos ao mesmo tempo.
temos que criar marcas fortes de maior volume a precos corrcectos (nao barato demais). essas marcas fortes irao dar inercia ao vinho portugues.

temos que criar alguns vinhos de "garagem". vinhos com possamos mostrar ao mundo que sabemos fazer grandes vinhos. vinhos feitos por pessoas apaixonadas que fazem tudo possivel para engarrafar um grande vinho. vinhos que impressionem. vinhos como o CV do cristiano ou pintas do jorge e sandra

mas tambem temos que fazer vinhos fantasticos de grande envergadura mas em maior quantidades, como o poeira ou um vale meao (cada um no seu estilo).

dentro destas categorias temos que marcar a differenca. ou seja:
em certos casos fara sentido fazer uma monocastas (que eu pessoalmente nao ligo muito) ou mesmo castas estrangeiras;
mas temos que apostar principalmente nas nossas castas e parar com a loucura de arrancar toda a vinha velha e quase so plantar TN.
se continuamos a "botar a binha belha toda abaixo" estamos no bom caminho de ficarmos iguais aos outros. (um desastre)

temos que cuidar da nossa heranca e aprender a fazer o melhor dela para sermos differentes com caracter e qualidade


red red wine escreveu:
Por outro lado e sem querer abusar, ficarei grato se puder fornecer-me alguns inputs de proximidade acerca dos holandeses enquanto consumidores, nomeadamente de vinho.


QUANTO AOS HOLANDESES.....SAO MESMO UNS UNHAS DE FOME. SAO MUITO AGARRADOS E LUTAM SEMPRE PELO PRECO MAIS BARATO.
no entanto tem havido algumas alteracoes interessantes nos ultimos 10 anos. a boa gastronomia melhorou dramaticamente.

red red wine escreveu:
Fica desde já o convite para uma apresentação dos seus vinhos (não que eles necessitem...) no espaço em causa, nesta fase endereçado da forma informal que me é proporcionada por este excelente fórum. Honrar-nos-á com a sua presença.


DESEJO MUITA SORTE (a sorte da muito trabalho)
gostava muito de ficar em contacto e vos visitar na holanda.

dirk
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Este Tópico está Bloqueado. Você não pode editar mensagens ou responder    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Entrevistas On-line Todos os horários são GMT + 1 Hora
Ir à página Anterior  1, 2, 3, ... 12, 13, 14  Próximo
Página 2 de 14

 
Ir para:  
Enviar Mensagens Novas: Proibido.
Responder Tópicos Proibido
Editar Mensagens: Proibido.
Excluir Mensagens: Proibido.
Votar em Enquetes: Proibido.


Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB